Unila cria programa de mestrado em Economia para 2019

Unila cria programa de mestrado em Economia para 2019

08h15 - 19/12/2018

Fonte: Unila

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) aprovou, no início de dezembro, o mestrado em Economia proposto pela UNILA. Com isso, a Universidade chega a 11 programas de mestrado ofertados. Recentemente, a Capes já havia aprovado os mestrados em História e em Relações Internacionais. 

O Programa de Pós-Graduação em Economia (PPGE) da UNILA tem como objetivo central realizar estudos e pesquisas aprofundadas sobre economia e suas aplicações, para promoção do desenvolvimento nos países e regiões da América Latina. O mestrado abrange duas linhas de pesquisa: Economia do bem-estar e demografia; e Macroeconomia e desenvolvimento.

“O mestrado em Economia terá papel importante na região, desenvolvendo pesquisas em assuntos de interesse público, isto é, produzindo conhecimento com o rigor científico de uma universidade pública. Foz do Iguaçu e a região trinacional carecem de pesquisa acadêmica em assuntos específicos e que colabore com o processo de desenvolvimento econômico e social e, sobretudo, que contribua com as instituições com diagnósticos mais assertivos nesse processo de desenvolvimento”, avalia o coordenador do PPGE, professor Henrique Kawamura.

Kawamura ressalta que o mestrado da UNILA será o primeiro do Paraná com concentração em Economia Aplicada. “A escolha dessa concentração gira em torno da necessidade de se trabalhar a teoria econômica de forma plural e aplicada, para elucidar problemas ligados ao processo de planejamento para o desenvolvimento econômico. No PPGE, as discussões e reflexões sobre o bem-estar social, macroeconomia e desenvolvimento ajudarão na elaboração de pesquisa e na constituição de uma rede de profissionais capazes de discutir e elucidar os principais desafios das economias locais, para a superação das suas desigualdades econômicas e sociais”, explica o professor

A previsão é que o edital do processo seletivo seja publicado no primeiro semestre de 2019, com ínicio do curso no semestre seguinte. Serão ofertadas, inicialmente, 10 vagas, e poderão participar da seleção estudantes formados em qualquer curso de graduação.

Versão para impressão