União e entrosamento das equipes tornam um sucesso evento da ponte

União e entrosamento das equipes tornam um sucesso evento da ponte

09h46 - 17/05/2019

Estrutura do evento exigiu trabalho de diversas áreas. Foto: Nilton Rolin.

Em seu discurso no lançamento da pedra fundamental da segunda ponte entre o Brasil e o Paraguai, sexta-feira (10), no Marco das Três Fronteiras, o diretor-geral brasileiro da Itaipu, Joaquim Silva e Luna, disse que Itaipu tem uma equipe “comprometida, competente e [que] faz muitas coisas com excelência”. Isso se comprovou mais uma vez no próprio evento, que mobilizou o esforço de empregados das mais diversas áreas da empresa.

Evento reuniu mais de 130 jornalistas, repórteres, cinegrafistas e fotógrafos do Brasil e do Paraguai. Foto: Alexandre Marchetti. 

Organizar um evento para mais de 300 pessoas de diferentes países, incluindo dezenas de autoridades, 130 jornalistas e presidentes de duas nações já não é uma tarefa fácil. E tudo isso “fora de casa”, no Marco das Três Fronteiras, acabou sendo um desafio ainda maior.

Parte da equipe da Divisão de Relações Públicas, que estava mobilizada para o evento. Foto: Nilton Rolin.

Segundo a gerente da Divisão de Relações Públicas (CSRP.GB), Rebecca Montanheiro, foi mais um exemplo de união intersetorial bem-sucedida. “Além de toda a nossa equipe, contamos com a ajuda de colegas das superintendências de Informática (SI.GG), Obras e Desenvolvimento (OD.DC), de Serviços Gerais (SG.AD), da Segurança Empresarial (SE.AD), do gabinete da Diretoria Geral (AS.GB), da Diretoria Jurídica (DJ.JD), da Assessoria de Informações (IN.GB) e de outras áreas da Comunicação Social, como a Imprensa (CSIM.GB) e a Imagem Institucional (CSII.GB). Foi um esforço conjunto”, disse ela.

Diretor-geral brasileiro atende à imprensa. Foto: Nilton Rolin. 

Para o general Silva e Luna, “os empregados da Itaipu mostraram, mais uma vez, que são uma equipe de primeira grandeza. Agradeço a todos que trabalharam para que este evento histórico, memorável, tenha sido tão bem-sucedido”, elogiou.

Detalhes

Além de ser a primeira vez que a Itaipu organizou um evento no Marco das Três Fronteiras – mais especificamente, no estacionamento do atrativo –, o tempo não ajudou. “A montagem das estruturas começou na quarta-feira (8) e só conseguimos finalizar tudo na sexta-feira pela manhã, mesmo trabalhando até tarde da noite na quarta e na quinta-feira”, lembrou Rebecca.

Pedra foi levada até o local com a ajuda de um guindaste. Foto: Alexandre Marchetti. 

Enquanto as empresas terceirizadas preparavam as tendas, sob supervisão das equipes da Itaipu, o pessoal da Superintendência de Obras se responsabilizou pela iluminação e por um detalhe extremamente importante: a colocação da Pedra Fundamental no local da cerimônia, com a ajuda de um guindaste.

Colegas da Divisão de Imprensa se dividiram entre a cobertura e registro do evento e o acompanhamento dos repórteres. Foto: Nilton Rolin. 

Aliás, o que não falta em um evento como esse são detalhes: alimentação, transporte, equipamentos, documentos, banners, listas de presença, discursos... e com a responsabilidade de zelar pela segurança e o conforto de todos os presentes. “Trabalhamos em parceria com as equipes da presidência do Brasil e do Paraguai. Qualquer evento com a participação de presidentes exige muito cuidado com questões de segurança”, explicou Rebecca.

Mas a equipe deu conta: tudo saiu de acordo com o protocolo, na maior tranquilidade. Para os convidados, é claro; a equipe só foi respirar aliviada no sábado, após toda a estrutura ter sido desmontada. E que venha o próximo evento – o time Itaipu está preparado.

Versão para impressão