Resultado do Enem (2014-2018) permite concorrer à vagas na Unila

Resultado do Enem (2014-2018) permite concorrer à vagas na Unila

14h12 - 15/03/2019

A Unila oferta mais de 300 vagas em 20 cursos de graduação para candidatos que fizeram o Enem entre 2014 e 2018. Foto: Divulgação.

Fonte: Unila

Estudantes que fizeram o Enem entre 2014 e 2018 podem se inscrever no processo seletivo para o preenchimento de vagas remanescentes na Universidade Federal da Integração Latino-Americana (Unila). As vagas são aquelas que não foram preenchidas por meio do Sisu 2019. As inscrições devem ser feitas até o dia 20 de março. As regras estão previstas no edital PROGRAD 045/2019 disponível em http://bit.ly/vagasunila.  

Estão disponíveis 337 vagas em 20 cursos. O número de vagas e de cursos poderá ser ampliado, dependendo da efetivação de matrículas nas chamadas complementares do Sisu. A adição de novas vagas e cursos, se ocorrer, será realizada, no máximo até o dia 19 de março.

Para concorrer às vagas, a nota mínima exigida é 300. Ainda como pré-requisito, o candidato não pode ter tirado zero em nenhuma prova. O resultado preliminar será publicado no dia 21 de março, com a classificação e homologação das inscrições. As regras completas estão disponíveis no edital. Candidatos inscritos no Sisu 2019 e que tenham sido indeferidos por perda de prazo ou outro motivo, bem como os candidatos cotistas indeferidos e que fizeram a inscrição para nova disputa de vaga, terão prioridade. Além disso, estudantes que já possuam vínculo com a Unila não poderão fazer inscrição para o curso no qual estão matriculados. 

As matrículas estão programadas para os dias 26 a 28 de março (veja calendário), na modalidade chamada pública, que será realizada no auditório da Unila - Jardim Universitário (Avenida Tarquínio Joslin dos Santos, 1000). Os candidatos ou seus procuradores devem estar presentes ao local, data e horário estabelecidos de acordo com cada curso. 

Os convocados são chamados na ordem de classificação. Os que não estiverem presentes, cedem a vaga para os próximos, até o preenchimento total de cada curso. As matrículas serão realizadas juntamente com a chamada pública. Por isso, os convocados deverão apresentar toda a documentação pessoal e escolar exigidas.

O edital também prevê uma possível chamada pública complementar para vagas que ainda não estiverem preenchidas ao final do processo. Nesse caso, em cada chamada pública, os candidatos que não conseguiram vagas em seus cursos, poderão manifestar interesse em permanecer no processo. A chamada pública complementar, caso seja viabilizada, está programada para o dia 29 de março.

Dúvidas podem ser esclarecidas pelo e-mail selecao.alunos@unila.edu.br.

Versão para impressão