Reforço de Furnas em Itaberá garante confiabilidade na transmissão da energia

Reforço de Furnas em Itaberá garante confiabilidade na transmissão da energia

10h24 - 22/08/2019


Novo banco de reatores de Furnas na subestação Itaberá. Crédito: Christian Souza Santos

O recente reforço promovido por Furnas na Subestação de Itaberá (SP) - que recebe metade da energia que Itaipu fornece para o Brasil – trará mais confiabilidade na transmissão da eletricidade produzida pela usina. Itaberá – assim como Ivaiporã (PR) – faz parte do principal sistema de transmissão da energia da Itaipu em solo brasileiro, entre Foz do Iguaçu e Tijuco Preto (SP). Vale destacar, também, que as linhas de 750.000 volts que passam por Itaberá estão entre as de maior tensão do sistema elétrico nacional.

O reforço, cuja operação iniciou no final de julho, é resultado de um investimento de R$ 24 milhões e consiste na implantação de um banco de reatores de 330 Mvar na barra de 765 kV. Conforme explica Robson Almir de Oliveira, da Divisão de Estudos Elétricos e Normas (OPSE.DT), com esse investimento de Furnas, evita-se o desligamento da linha em situações de carga leve, como se costumava fazer, até então, durante a madrugada.

“Isso traz mais confiabilidade não só à transmissão mas também à operação da Itaipu. Com o uso do banco de reatores, as unidades geradoras podem operar faixa mais confortável em termos de potência reativa", afirmou o colega. "A corrente do sistema de excitação das unidades fica em um ponto melhor, pois uma corrente muito baixa - como ocorria antes - desgasta mais as escovas do sistema de excitação."

Segundo informações divulgadas por Furnas, este é o segundo banco de reatores de barra, somando-se a outros três de mesma potência já existentes, instalados nas três entradas de linha oriundas de Ivaiporã. A obra foi autorizada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), por meio da Resolução Autorizativa nº 5.822/2016 de 10.05.2016.

Versão para impressão