Projeto Use Bem dá dicas para usar tintas de forma mais sustentável

Projeto Use Bem dá dicas para usar tintas de forma mais sustentável

11h01 - 08/10/2019

Baixe o fôlder e confira dicas para usar no seu dia a dia! Imagem: MT.DF.

Se consumir é inevitável, consumir com consciência é fundamental. Essa é uma das premissas do “Use Bem”, projeto da Diretoria Financeira, coordenado pela Superintendência de Materiais (MT.DF), que tem como objetivo estimular o uso racional dos materiais de estoque na Itaipu. Mas essas iniciativas sustentáveis não precisam estar restritas à empresa; a ideia é que todos os empregados levem as boas práticas para seu dia a dia e repliquem com amigos e familiares. 

O folder tem várias outras dicas. Vale a pena conferir. 

“Temos o hábito de consumir uma diversidade enorme de coisas, mas não nos damos conta dos impactos que nosso consumo gera no planeta. Precisamos estimular essa consciência, para que todos repensem sua forma de consumo e pratiquem o usar bem, propondo soluções para reduzir os impactos”, resume Márcia Regina Cavalheri, da assistência da MT.DF. 

Justamente para que a sustentabilidade ultrapasse os limites da empresa, a equipe da Superintendência de Materiais decidiu criar um folder com recomendações inspiradas no Guia da  Abrafati (Associação Brasileira dos Fabricantes de Tintas) para quem pretende dar uma renovada no visual da casa ou de algum cômodo. Clique aqui para baixar o folder completo, ou veja as dicas nas imagens da matéria. 

Algumas soluções simples podem trazer grandes resultados. Aproveite-as!

Soluções simples

O projeto Use bem avaliou o consumo e a forma de utilização das tintas, interagindo com as áreas que mais as utilizam, tanto na margem esquerda quanto na margem direita, e dessa interação foram propostas algumas soluções simples, porém de grande eficácia. 

Estoque de tintas na MT.DF: produto é um dos itens do projeto Use Bem.

A etapa inicial incluiu uma avaliação cuidadosa das especificações técnicas, para a aquisição de tintas com melhor rendimento e cobertura. A máxima é conhecida dos economistas: melhor investir em um bom produto uma vez só, do que desperdiçar dinheiro várias vezes com produtos de qualidade inferior. 

Em seguida, foi estabelecida uma readequação do uso: “antes, algumas tintas de parede, que são mais caras, eram usadas para pintar o piso e calçadas”, exemplifica Márcia. A mudança nas especificações técnicas para tinta para piso acarretou uma redução no custo dessas tintas de aproximadamente 85% e uma maior durabilidade, pois o produto é específico para esta utilização.

Outras ações incluíram a substituição de calçadas pintadas por materiais que não necessitam de pintura. À medida que os locais forem sendo reformados, as novas calçadas já atendem a essas especificações. Também foram feitas orientações quanto à forma de descarte das latas de tintas.

Alcides Julian Arteta Ydoyaga (MTSE.DF) e o Mário Carlos Otazu Torres (SGII.AE): sustentabilidade no Brasil e no Paraguai. 

Use Bem

O projeto Use Bem complementa as ações de outras iniciativas da Diretoria Financeira: o Compras Sustentáveis e o Logística Reversa. Com isso, a DF contempla todo o ciclo de vida dos produtos indo  da aquisição ao descarte, passando pelo armazenamento e o uso propriamente dito.

Tintas, madeiras, papel, copos plásticos, toner e cartuchos e até mesmo açúcar são alguns dos produtos que já foram avaliados pelo projeto.

Versão para impressão