Pode vir, pode chegar: Centro Executivo abriga sala superdemocrática

Pode vir, pode chegar: Centro Executivo abriga sala superdemocrática

16h03 - 08/10/2019


No dia a dia, muita concentração e trabalho. As confraternizações não atrapalham as entregas, mas têm rendido uns quilos a mais para alguns colegas, segundo eles próprios. Foto: Sara Cheida

O espírito por lá é de “pode vir, pode chegar”, como diz a canção Festa, de Ivete Sangalo. Uma das salas mais democráticas e inclusivas do Centro Executivo fica no corredor, à direita de quem entra pela recepção. O local abriga uma diversidade de profissionais de três áreas diferentes da Diretoria Geral Brasileira.

O convívio tem sido o melhor possível. O único problema é que alguns já reclamam dos quilinhos a mais, desde que aportaram na sala diversa. O motivo é que quase todo dia tem confraternização, seja para boas-vindas e acolhimento de quem vem de Curitiba, ou para festejar o aniversário daqueles que dividem a sala. Quem patrocina as festas são os próprios e hospitaleiros colegas.


Carlos Alberto da Silveira (AS.GB) celebrou seus 40 anos ao lado com os novos colegas de sala. Foto: Patrícia Iunovich

Hoje foi um desses dias. Nesta terça-feira (8), Carlos Alberto da Silveira (AS.GB) confraternizou sua entrada nos quarenta. Recém-chegado do escritório da capital, ele celebrou seu aniversário de 40 anos acompanhado dos amigos da sala e das adjacências. E o primeiro pedaço de bolo foi para a outra aniversariante da vez, a secretária Alice Mendes de Souza, da Assistência da Diretoria Geral Brasileira, que comemora mais um aniversário no dia 19.


O dia foi de parabéns duplo: para Carlos e Alice, que na foto recebe o pedaço de bolo da secretária executiva Rosimeiri Fauth. Foto: Patrícia Iunovich

E quem divide a sala mais democrática do Centro Executivo? Além de Carlos e Alice, Juliane Trommer Piccoli (AS.GB), Clariene Aparecida Modena de Freitas (RSIR.GB) e os estagiários Evellen de Fátima Antunes dos Santos Silva e Fernando Simões de Souza, ambos da RSIR.GB, e o pessoal do Conselho de Administração (SC.BR), a superpoderosa Joanne Cândida Pereira e Adolfo Nadu Rosa.

Versão para impressão