Obras na Avenida Tancredo Neves exigem atenção de motoristas e pedestres

Obras na Avenida Tancredo Neves exigem atenção de motoristas e pedestres

09h09 - 10/09/2019

Cones sinalizam a obra e ajudam a organizar o trânsito. Faixa elevada vai conectar pontos de ônibus da avenida. Fotos: Sara Cheida.

O motorista que trafega pela Avenida Tancredo Neves já percebeu: a construção de uma faixa elevada quase em frente à Paróquia São José Operário, na altura do número 2.200, interrompeu parcialmente a pista nos dois sentidos (centro-Itaipu e Itaipu-centro).

Por isso, todo o cuidado é pouco na hora de passar pelo local. Além de afunilar a pista, há homens e máquinas trabalhando. É preciso diminuir a velocidade e redobrar a atenção, especialmente nos horários de maior movimento (começo da manhã e final da tarde).

Trabalho é feito em etapas, para que pelo menos uma faixa em cada sentido permaneça em operação.

Para orientar o tráfego, foram colocados cones na pista e a sinalização com placas ganhou reforço. Vale lembrar que recentemente a velocidade máxima na pista foi reduzida para 60 km/h.

O gerente da Divisão de Infraestrutura e Manutenção (ODMI.CD), Jorge Guilherme de Castilha Alves, disse que a faixa elevada terá 5 metros de largura, com estrutura feita em concreto – por isso, o trabalho é mais demorado, porém, tem maior qualidade e durabilidade.

Jorge Guilherme, gerente da ODMI.CD: faixa elevada terá cinco metros de extensão, com estrutura de concreto.

A expectativa da empresa responsável pela obra, contratada por Itaipu, é que os trabalhos sejam concluídos em 20 dias, a partir da última sexta-feira (6). Portanto, são pelo menos mais duas semanas de movimentação naquele trecho.

O chefe da delegacia da Polícia Rodoviária Federal em Foz do Iguaçu, Luiz Antonio Gênova, responsável pela fiscalização da via, explicou que, conforme a evolução da obra, o trânsito será canalizado para a faixa esquerda ou direita.

Luiz Antonio Gênova, chefe da delegacia da Polícia Rodoviária Federal em Foz do Iguaçu: motoristas têm que ficar atentos.

“Pode ser que no período da tarde [a orientação] seja diferente de quando o motorista passou no período da manhã. Então é preciso muita atenção”, reforçou. “Além disso, em um segundo momento o motorista já vai passar sobre a saliência da faixa elevada. A velocidade tem que ser reduzida.”

Outras faixas

A obra integra uma série de intervenções que Itaipu tem feito na pista, principal via de acesso à usina. O objetivo é melhorar a segurança de motoristas e pedestres. Já foram concluídas quatro faixas elevadas: em frente ao condomínio Terra Nova, ao Ecomuseu de Itaipu e às escolas municipais Dom Olívio Aurelio Fazza e Ponte da Amizade.

Faixas vão ajudar a reduzir a velocidade naquele trecho da via, dando mais segurança para motoristas e pedestres.

Outras duas faixas estão previstas – uma próxima à entrada da Vila B e outra no futuro alojamento estudantil da Universidade Federal da Integração Latino-Americana (Unila).

Originalmente rodovia federal (BR-600), a Avenida Tancredo Neves tem aproximadamente 6 quilômetros de extensão, da Barreira de Controle de Itaipu até o cruzamento com a BR-277. A Itaipu é responsável pela manutenção da via.

Versão para impressão