Nomes dos filhotes de onça do RBV serão conhecidos nesta sexta-feira (11)

Nomes dos filhotes de onça do RBV serão conhecidos nesta sexta-feira (11)

09h33 - 10/10/2019

“Que nome você acha que combina com a gente?”. Essa foi a pergunta feita para 1.015 alunos das Escolas Municipais Arnaldo Isidoro de Lima e Padre Luigi, da Vila C, que participaram da campanha para escolher os nomes das oncinhas-pintadas nascidas no Refúgio Biológico Bela Vista (RBV). O tão esperado anúncio dos vencedores será feito nesta sexta-feira (11), às 14h45, no Recinto das Onças. A premiação será no local, com a entrega de computadores que serão usados pelas escolas.


Nesta sexta-feira, as oncinhas terão seus nomes apresentados. Fotos: Alexandre Marchetti

As opções de nomes, pré-selecionadas pela Diretoria de Coordenação da empresa, eram: Panambi (borboleta), Poty (flor) ou Porã, (bonita), para a fêmea; e Arandu (sábio), Marangatu (santo) ou Pytu (fôlego), para o macho. Todas as opções são no idioma avá-guarani.

As votações foram realizadas durante visitas pedagógicas que as crianças fizeram ao Refúgio, entre setembro e outubro. Todo o processo de escolha era feito em um tablet.

A iniciativa teve o objetivo de aumentar os laços dos pequenos com a natureza. Além de votar, elas ainda aprendiam mais sobre a fauna e a flora da região, além de conhecerem os programas de preservação e reprodução das espécies realizados no RBV, como o da própria onça-pintada e da harpia.

“Isso faz parte da missão educativa e cultural que promovemos na Itaipu. Dessa maneira, as crianças entendem o papel delas na preservação da natureza”, ressaltou o diretor-geral brasileiro de Itaipu, general Joaquim Silva e Luna, que estará presente na ocasião.

O evento terá ainda a participação do diretor de Coordenação da Itaipu Binacional, general Luiz Felipe Carbonell; da equipe de veterinários e biólogos do Refúgio Biológico, e de crianças e equipes pedagógicas das escolas.

Pintada e melânica

As oncinhas podem ser vistas no Refúgio, junto à mãe, todas as terças, quartas e quintas-feiras, e também aos sábados e domingos. Nas sextas-feiras, o espaço fica reservado para o pai, Valente (na segunda-feira o Refúgio é fechado para visitação).

Os dois filhotes nasceram há quatro meses, nos dias 1º e 2 de junho deste ano e foram apresentadas à imprensa no dia 27 de junho, data do aniversário de 35 anos do Refúgio Biológico Bela Vista. O filhote macho é pintado como o pai (Valente); a fêmea é melânica (preta), como a mãe (Nena).

O nascimento marcou a segunda reprodução da espécie nascida em cativeiro no Refúgio. O primeiro foi em 2016, com a chegada da onça-preta Cacau, também filha de Nena e Valente.

A proposta não é apenas reproduzir os animais em cativeiro, mas garantir a existência de um banco genético vivo desta espécie de onça-pintada, oriunda do bioma da Mata Atlântica. No futuro, espera-se que seja possível fazer a reintrodução dos animais na natureza. Esta reinserção envolverá diversas instituições.

Versão para impressão