Núcleo de Inteligência de Relações do Trabalho se reúne na Itaipu

Núcleo de Inteligência de Relações do Trabalho se reúne na Itaipu

11h38 - 21/09/2016


O cenário econômico atual foi um dos pontos debatidos no encontro, que aconteceu terça-feira (20), no Edifício Parigot de Sousa, sede da Itaipu em Curitiba.

O cenário atual indica que o Brasil está passando por uma recuperação econômica. A boa notícia foi dada pelo economista Lucas Lautert Dezordi, doutor em Desenvolvimento Econômico pela UFPR e coordenador do curso de Ciências Econômicas da Universidade Positivo, na reunião do Núcleo de Inteligência de Relações do Trabalho, que aconteceu nessa terça-feira (20), na sede da Itaipu em Curitiba.

Formado por 21 grandes empresas de Curitiba e Região Metropolitana, além de Joinville (SC), o grupo reúne-se bimestralmente com o objetivo de trocar conhecimento e experiências em temas relacionados às relações trabalhistas e de Recursos Humanos, de acordo com Sonia Kunitz e Regina Arns, diretoras executivas da Lapidus Gestão Empresarial, empresa de consultoria que conduz os trabalhos.


Os encontros do grupo acontecem sempre com a presença do economista Lucas Lautert Dezordi.

As reuniões contam sempre com a presença do economista, que faz uma análise atual da conjuntura econômica do País, munindo os empresários de informações relevantes para as negociações com os sindicatos. Os executivos discutem também os cenários de negociação sindical e compartilham suas experiências na área.

“Essa integração é muito bem-vinda porque normalmente nós negociamos com os mesmos sindicatos. É superimportante saber o que as outras empresas estão fazendo para acompanharmos a mesma linha. Nós não queremos que Itaipu seja uma ilha dentro desse contexto que estamos vivendo, por isso é importante fazer parte desse grupo”, afirma Adriano Bardou, chefe do Comitê de Relações Trabalhistas da Itaipu (RT.AD).


No centro, Ariel da Silveira e Adriano Bardou, dois dos representantes da Itaipu no evento.

Para o superintendente de Recursos Humanos (RH.AD), Ariel da Silveira, essa troca é fundamental. “Discutimos pontos comuns, o que cada um está fazendo para melhorar as relações sindicais. São grandes empresas representadas aqui e isso nos dá uma segurança grande nas decisões de RH”, diz.

Um dos temas discutidos na reunião foi o e-social, projeto do governo federal que vai unificar o envio de informações pelo empregador em relação aos seus empregados.

Além da Itaipu, entre as empresas que participam do Núcleo estão Copel, Volvo, O Boticário, Positivo, GRPCOM, Grupo Marista e Tigre.


Na sala de telepresença, conectada com Foz do Iguaçu, foi debatido outra tema: o e-social, projeto do governo federal.


O Núcleo de Inteligência de Relações do Trabalho é composto por 21 grandes empresas, que trocam experiências na área.

Versão para impressão