Itaipu levará 40 apresentações culturais à região Oeste do Paraná até 2020

Itaipu levará 40 apresentações culturais à região Oeste do Paraná até 2020

14h32 - 13/03/2019

Até o final de 2020, espetáculos de música, dança, teatro e exposições artísticas farão parte da agenda do projeto Correnteza Cultural. A ação promovida pela Itaipu Binacional, por meio da Rede Regional de Cultura e Patrimônio da Bacia do Paraná 3 (BP3), teve início em fevereiro e prevê a realização de 40 apresentações culturais na região. As atividades são abertas para toda a comunidade, com entrada gratuita. A primeira foi a oficina de contação de histórias “Corre João” pelo artista Zé Alves, em Matelândia, no dia 28 de fevereiro.

Entre as atividades promovidas pelo projeto – como oficinas de contação de histórias e formações destinadas à professores e artistas – , a ação visa sensibilizar a comunidade para as mais diversas manifestações culturais. Há ainda o incentivo ao diálogo entre criadores e espectadores das mostras.

Conforme explica Tamiris Amancio, museóloga da Divisão de Educação Ambiental (MAPE.CD) da Itaipu, os artistas que compõem o calendário de ações são da própria região Oeste. Selecionadas por edital para participarem do projeto, as atividades são realizadas “por gente da região, para gente da região”, destaca Tamiris.

Atrações

A primeira ação realizada pelo projeto foi a oficina de contação de histórias “Corre João” pelo artista Zé Alves. Foto: Divulgação.

Para a agenda 2019/2020, foram selecionados 14 grupos e artistas da região da Bacia do Paraná 3. As oficinas têm diferentes linguagens, para faixas etárias variadas, com o intuito de promover trocas de experiências enriquecedoras.

Algumas das próximas atrações, com datas confirmadas, incluem o espetáculo de dança “Way”, da Companhia de Dança Cia do Corpo, em Missal no dia 29 de março; a oficina de contação de histórias “História da Nossa Gente” pelo grupo Viramundo em Marechal Cândido Rondon, no dia 17 de abril; e a apresentação “Danças Folclóricas da América Latina” pelo grupo Elenco Folclórico da Universidade Federal da Integração Latino-Americana (Unila) em Altônia, no dia 10 de maio.

O projeto Correnteza Cultural é resultado do convênio da Linha Ecológica, parceria entre a Itaipu e o Conselho dos Municípios Lindeiros ao Lago de Itaipu.

Versão para impressão