Foz recebe 1º Tererezaço do Iguaçu, no dia 23 de fevereiro

Foz recebe 1º Tererezaço do Iguaçu, no dia 23 de fevereiro

11h53 - 07/02/2019

Fonte: ClickFoz

Quem mora na tríplice fronteira, certamente já tomou ou conhece o ‘rico’ Tereré ou Tererê. A bebida, típica do Paraguai, é feita com água gelada e ervas e servida em uma ‘guampa’, uma espécie de cuia.

Sobre sua origem, há várias histórias. Uma das mais famosas é que a bebida teria sido inventada durante a Guerra do Chaco (entre Paraguai e Bolívia de 1932 a 1935). Segundo ela, as tropas bebiam mate frio para não acender fogueiras e denunciar suas posições aos inimigos.

Outra versão é que o tereré já era consumido pelo guaranis (tanto nhandevas como guaranis kaiowás) e por etnias chaquenhas, antes da colonização europeia. De acordo com essa hipótese, os jesuítas aprenderam através dos nativos os efeitos revigorantes da erva mate.

Histórias à parte, a bebida, facilmente encontrada em rodas de amigos nos dias de hoje, ganhou um evento para chamar de seu. A Página ‘Foz do Iguaçu é Assim’, promove no dia 23 de fevereiro, o 1º Tererezaço do Iguaçu. O evento será realizado no Gramadão da Vila A, a partir das 17h30. “Levem seus kit’s de tereré, venham conversar, conhecer gente nova e apreciar um lindo pôr do sol com a gente!”, diz a página.

O assistente de produção de conteúdo, Isaac Sánchez, tem 17 anos, é paraguaio e mora em Foz há quatro. O jovem, leva tereré semanalmente para a empresa em que trabalha e compartilha a cultura de seu país com os colegas. “É uma honra e um privilégio poder levar essa cultura comigo. Tereré não é só uma bebida, é um tempo de paz no meio de um dia cheio de problemas”, explica.

O evento é gratuito, mas se alguém quiser contribuir com um quilo de alimento não perecível, os organizadores da página irão doar para uma instituição de caridade. “Prepare sua guampa e a Kuripi!”

Versão para impressão