Estagiária da OPUO.DT pede ajuda para custear tratamento de câncer de familiar

Estagiária da OPUO.DT pede ajuda para custear tratamento de câncer de familiar

10h09 - 08/05/2019

Alexandre luta há um ano contra a doença e vê nesse tratamento nos Estados Unidos uma chance de cura. Foto: Arquivo Pessoal. 

A estagiária Brenda Rodrigues, da Divisão de Operação da Usina e Subestações (OPUO.DT), pede a contribuição dos colegas para uma vaquinha virtual com o objetivo de arrecadar R$ 1,8 milhões. O recurso será usado no custeio para o tratamento de câncer de seu primo Alexandre Francisco de Oliveira, nos Estados Unidos. 

O "Gaúcho", como é conhecido Alexandre, tem 37 anos, mora em Campo Grande (MS). Há um ano, ele foi diagnosticado com um linfoma não-Hodgkin difuso de grandes células B. Mesmo com sessões de quimioterapia, Gaúcho não apresentou melhoras. Como não existe no Brasil um tratamento ideal para o grau em que se encontra a doença, a  única esperança é uma cirurgia de retirada do linfoma em solo norte-americano. 

Para ajudar, basta clicar nesse link https://bit.ly/2VMEVhz. A plataforma aceita doações a partir de R$ 25. Outras contribuições, inclusive com valores menores, devem ser feitas por meio de depósito bancário. Os dados são: conta poupança no Banco do Brasil, Ag: 048-5, CC: 51061-0 (variação 051), em nome de Patricia D. C. Oliveira. Segundo a família, qualquer apoio, tanto monetário quanto de divulgação, será bem-vindo.  Mais informações com Brenda, pelo e-mail bren6188@itaipu.gov.br.

Leia outras matérias publicadas sobre o assunto e conheça mais sobre a história de Alexandre:

Para curar linfoma nos EUA, família faz vaquinha em busca de R$ 1,8 milhão

Pai precisa de R$ 1 milhão para continuar a sorrir em família

Versão para impressão