Começa a nova campanha de vacinação contra o sarampo

Começa a nova campanha de vacinação contra o sarampo

08h34 - 07/10/2019

Fonte: Prefeitura Municipal de Foz do Iguaçu

Tem início nesta segunda-feira (07) a Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo de 2019. A nova mobilização acontecerá até novembro e pretende alcançar dois subgrupos: crianças de 6 meses a menores de cinco anos e adultos de 20 a 29 anos. A tríplice viral, que também protege contra caxumba e rubéola, está disponível em todas as unidades básicas de saúde do município. 

Toda a rede pública de saúde de Foz do Iguaçu já está mobilizada para a nova campanha de vacinação. A mobilização acontece poucos dias depois da ação de intensificação vacinal nas fronteiras. A estratégia do Ministério da Saúde voltada as cidades de divisa com outros países também sensibilizou a comunidade a se vacinar contra a febre amarela. 

A nova campanha contra o sarampo será dividida em duas etapas: A primeira acontecerá entre os dias 07 a 25 de outubro e será voltada a vacinar crianças de 6 meses a menores de 5 anos. Além disso, haverá um Dia “D” em 19 de outubro. A segunda fase acontecerá entre os dias 18 a 30 de novembro e intensificará a imunização dos jovens de 20 a 29 anos. O Dia “D” dessa etapa acontecerá em 30 de novembro, data final da campanha.

A orientação é para que os pais levem os filhos menores de um ano para vacinar, pois antes do primeiro ano de vida (entre os seis e onze meses), a dose não entra na conta do Calendário Nacional de Vacinação. É a chamada “dose zero”, uma medida adotada neste ano por conta do aumento de registros de sarampo em vários estados brasileiros. Ou seja, o bebê continuará precisando tomar mais duas injeções (aos 12 e aos 15 meses).

A ação foi dividida em duas fases para os públicos infantil e juvenil porque ambos estão mais suscetíveis à infecção por sarampo. Todas as salas de vacina do município estarão abertas no dia “D” das 08 às 17 horas.

Dados
A mobilização contra o sarampo tornou-se uma questão urgente de saúde pública em virtude do ressurgimento da doença em São Paulo, estado que concentra o maior número de registros do vírus. Os últimos relatórios apontam a confirmação de nove mortes no estado, grande parte de crianças. Ao todo, o país já tem mais de cinco mil casos de sarampo confirmados. O número de estados com transmissão ativa da doença já chega a 17. No Paraná, já foram confirmados mais de 40 casos. O número de estados com transmissão ativa da doença já chega a 17. Por conta do trânsito e fluxo intenso de turistas nas fronteiras, a mobilização contra o sarampo torna-se fundamental.

Orientações 
A Secretaria Municipal de Saúde orienta os moradores a levarem na UBS o documento com identidade e a caderneta de vacinação. Outra informação importante é que embora a campanha tenha foco em dois públicos, pessoas entre 30 e 49 anos também podem se vacinar, caso não tenham recebido as doses ainda.

Versão para impressão