Com mais de 600 participantes, programa da Itaipu voltado a fornecedores entra em nova fase

Com mais de 600 participantes, programa da Itaipu voltado a fornecedores entra em nova fase

12h43 - 25/04/2019


Reunião entre a Itaipu e representes do Sebrae. Foto: Romeu de Bruns.

No próximo mês de maio, terá início a nova fase do Programa de Desenvolvimento de Fornecedores (Desfor), da Itaipu em parceria com o Sebrae/PR. Nesta etapa, as empresas selecionadas vão passar por capacitações a partir de atendimentos individuais (na sede da empresa ou on-line) e coletivos (nas sedes do Sebrae em Curitiba, Ponta Grossa, Maringá, Londrina, Pato Branco, Foz do Iguaçu e Cascavel).

Na última terça-feira (23), no escritório da Itaipu em Curitiba e com participação de Foz do Iguaçu por videoconferência, representantes do Sebrae e da Superintendência de Compras estiveram reunidos para tratar dos próximos passos da iniciativa, lançada em dezembro de 2018.

O programa de capacitação é baseado na metodologia MEG (Modelo de Excelência da Gestão), carro-chefe da Fundação Nacional da Qualidade. Nos últimos meses, a Itaipu e o Sebrae atuaram na divulgação, promoção de palestras e seleção das empresas participantes.

A previsão é atender 360 micro e pequenas empresas, e ampliar em 300 o cadastro de fornecedores da Itaipu no território do Paraná, totalizando 660 participantes em alguma das ações do programa.

“Cada participante receberá um treinamento inicial - para conhecer a metodologia -  e outro intermediário - para aplicação”, explica Adriano Hamerschmidt, da Divisão de Planejamento de Compras (COPC.DF). “Após o primeiro treinamento, será realizado o diagnóstico com os dados reais das empresas para avaliar em qual estágio de excelência se encontram. Esse diagnóstico servirá de insumo para as eventuais melhorias que sejam necessárias”, completa.

As empresas terão acesso a diversos produtos, tais como: consultoria (Diagnóstico Empresarial do MEG, Inteligência de Mercado para a Indústria de Energia e Metodologia para Estudos e Análises de Mercado); 12 workshops de consultoria especializada de acordo com o diagnóstico final do MEG; 12 cursos Melhorias de Gestão; 12 cursos Orientação para Acesso ao Crédito e outros; e Assessoria para Orientação de Plano de Acesso a Crédito ou Planejamento do Negócio.

“O objetivo é contribuir com as empresas na melhoria da sua competitividade, produtividade, sustentabilidade e inovação, mediante sensibilização, orientação e capacitação técnica em áreas como Gestão Estratégica, Planejamento, Marketing, Finanças e Acesso ao Crédito”, resume Adriano.

Versão para impressão