Brasil leva duas medalhas na Copa do Mundo de Canoagem na Eslováquia

Brasil leva duas medalhas na Copa do Mundo de Canoagem na Eslováquia

11h15 - 24/06/2019

Apesar da disputa acirrada, Pepê não conseguiu ultrapassar o atleta checo e ficou com a segunda colocação. Foto: CBCa.

A Seleção Brasileira de Canoagem Slalom encerrou sua participação na 2ª etapa da Copa do Mundo da modalidade com duas medalhas. Pedro Gonçalves, o “Pepe”, garantiu a prata na categoria Slalom Extremo e Ana Sátila levou o bronze na modalidade C1 Feminino. A competição foi disputada no último final de semana, em Bratislava, na Eslováquia. 

Apesar da punição por dois toques na baliza, Ana fechou a prova em 113.80 segundos, e garantiu a terceira colocação, ficando atrás da francesa Claire Jacquet, que conquistou o ouro, e da andorrana Monica Villarrubia. “Queria agradecer a todos pela torcida, pelo carinho, essa medalha não é só minha é de todos nós”.

Pepe levou a prata após fazer uma prova acirrada com o checo Vavrinec Hradilek, ficando ao lado dele durante todo o percurso. “Eu vim de resultados ruins, mas consegui dar a volta por cima. O brasileiro é 'casca grossa' e conquista o que quer”, brincou.

A 3ª etapa da Copa do Mundo vai ser realizada em Tacen, na Eslovênia, entre os dias 28 e 30 de junho. 

Histórico de conquistas 

O histórico vencedor da equipe já é conhecido dos iguaçuenses. Os atletas treinavam no Canal Itaipu, localizado na usina, no Parque da Piracema. Ana já conquistou outras três medalhas de bronze em Copas do Mundo – duas no ano passado em Augsburg (Alemanha) e na Cracóvia (Polônia), e outra em 2015, na República Tcheca.

As medalhas também irão contribuir para dar mais confiança à equipe nas próximas competições. A categoria C1 Feminina entrará para o cronograma de provas dos Jogos Olímpicos em Tóquio 2020. Já a Canoagem Slalom Extrema já será disputada nos Jogos Pan-americanos de Lima.

Versão para impressão