Itaipu incentiva participação cidadã na busca por cidades sustentáveis

Itaipu incentiva participação cidadã na busca por cidades sustentáveis

11h23 - 02/03/2018


Painel "Situar os cidadãos no centro das políticas e serviços urbanos", na plenária principal do Smart City.

A construção de cidades sustentáveis e inteligentes passa não só pelas ações de governos, mas também pelo protagonismo de empresas e cidadãos. Essa foi a mensagem da Itaipu Binacional em sua participação no painel "Situar os cidadãos no centro das políticas e serviços urbanos", que encerrou o ciclo de palestras e debates na plenária principal do Smart City Expo Curitiba 2018, nesta quinta-feira (1º), na capital paranaense.

A Itaipu é parceira global desta primeira edição brasileira do maior evento de cidades inteligentes do mundo. O assistente da Diretoria Geral Brasileira de Itaipu, Alexandre Teixeira, dividiu o palco com outros dois palestrantes: a colombiana Maria Paz Uribe, da instituição financeira Findeter S/A, e o prefeito de Curridabat, na Costa Rica, Edgar Eduardo Mora. O docente da Escola de Arquitetura e Design da PUCPR André Turbay foi o moderador do painel. 

O painel abordou diferentes maneiras de envolver os cidadãos em projetos urbanos e políticas locais, fazendo uso das novas tecnologias digitais, das estruturas institucionais e das inovações públicas.

Programa Oeste em Desenvolvimento   

Teixeira compartilhou com uma plateia de 800 congressistas as ações de governança regional do Programa Oeste em Desenvolvimento (POD), que busca promover o desenvolvimento econômico da região oeste por meio de um processo organizado e participativo. "O POD é um bom exemplo de sinergia entre o poder público, privado e a sociedade", afirmou.  


Alexandre Teixeira fala sobre as ações do POD.

O POD conta com mais de 60 instituições voltadas a elaborar ações e projetos em favor do desenvolvimento de 54 cidades da região, nas mais diferentes áreas. "Seu foco de atuação está no incentivo e proposição de ações capazes de aumentar a competitividade do território", explanou Teixeira. 

Um exemplo de resultado dessa parceira entre Itaipu e demais instituições integrantes do POD é uma estratégia para expandir a cadeia do peixe, diversificando as oportunidade de geração de renda na região oeste, que tem forte vocação agrícola. “Somos uma região com muita água, mas já estamos chegando ao limite da cadeia produtiva de frango e suíno, não temos mais para onde crescer. Então, temos oferecido a pequenas e médias propriedades incentivos ao desenvolvimento da piscicultura."  

Protagonista na região

Teixeira trouxe ainda em sua fala um panorama de outros investimentos na área da educação, com a montagem do Centro de Inovação Tecnológica no município de Assis Chateaubriand (CitAC), com foco em soluções de software, sistemas embarcados e robótica. Inicialmente, o Centro beneficiará 16 pesquisadores e oito empresas. Espera-se também treinar pelo menos 80 pessoas e estimular 500 novos estudantes a participarem de feiras e seminários. Também citou resultados do programa na área sociocultural.  

Ao concluir, ele destacou que a Itaipu, como grande player da região,  tem o dever de estimular o cidadão a sair da posição de inércia, da zona de conforto, para se tornar protagonista de políticas públicas e serviços urbanos e não apenas esperar que os governos resolvam seus problemas. "Uma cidade é boa quando é boa para os seus cidadãos", defendeu.                  

Vitrine da Itaipu 

Alinhada aos temas do Smart City Expo Curitiba, a Itaipu trouxe para o evento, em parceria com a Renault, os veículos elétricos Twizy, que têm zero emissão de gases poluentes e fazem parte do Sistema de Compartilhamento Inteligente (SCI) de veículos elétricos. O SIC tem cinco Pontos de Mobilidade na usina, com vagas exclusivas para os carros e eletropostos para recarregá-los. Ao todo, 11 Twizys são utilizados por cerca de 200 colaboradores da Itaipu cadastrados no sistema. 


Thais de Oliveira aprovou o test drive no Twizy, que também estava exposto no estande da Itaipu.

A estudante de arquitetura e urbanismo Thais de Oliveira fez o test drive do veículo elétrico inteligente e afirmou: "eu compraria! Adoro carro pequeno, é confortável para o meu tamanho. Sem falar da vantagem de não ser poluente".  

Já o assistente administrativo Felipe Eduardo Campos não se contentou em entrar no veículo. Ele teve que dar uma voltinha para sentir o carro inteligente na pista. "É muito bacana, é o futuro sobre rodas", descreveu.         
 


Felipe Campos: futuro sobre rodas.  

Outra atração do estande que atraiu a atenção do público foi o Atlas de Energia Solar do Estado do Paraná. A novidade, lançada no início de dezembro de 2017, permite saber com precisão a energia solar disponível em cada um dos 399 municípios do Paraná ou em qualquer ponto do estado. 

Uma das ferramentas é o Simulador de Potência Solar, que permite saber quanta energia poderá ser produzida em um projeto de geração solar, inclusive para residências. Conforme Alisson Rodrigues Alves, do Parque Tecnológico Itaipu, mais de 140 apresentações sobre o simulador foram realizadas durante o evento. 


Apresentações sobre os usos da energia solar também chamaram a atenção.

O estande da Itaipu também mostrou os óculos de realidade virtual, que permitem um tour virtual em 3D pela usina. Mais de 400 pessoas fizeram o “passeio”. A demanda foi tanta que foi necessário agendar. 


Passeio virtual pela usina no estande da emrpresa no Smart City.

Balanço do evento

Os debates sobre inovação urbana e as soluções para o futuro das cidades pelo mundo dominaram os painéis, palestras e estandes da Smart City Expo Curitiba 2018, que recebeu mais de 8 mil participantes entre quarta (28) e quinta-feira (1°), no Expo Renault Barigui. O número superou as expectativas da organização, que contava com cerca de 5 mil pessoas. 

“O evento foi um sucesso, em todos os sentidos. Tanto a participação dos congressistas quanto a contribuição dos palestrantes e expositores foi à altura deste evento histórico para o País e para Curitiba. A cidade agora faz parte do seleto grupo de smart cities, que foi sede de um evento chancelado pela Fira Barcelona”, comemora André Telles, diretor do iCtities, que organizou o evento com apoio do WTC Business Club Curitiba e da Prefeitura de Curitiba.

Versão para impressão