Emoção marca entrega do vale-compra da família de Juan Carlos Poca

Emoção marca entrega do vale-compra da família de Juan Carlos Poca

14h47 - 01/03/2018


O vale-compras de R$6.435 dá direito da família adquirir materiais de construção e acabamento em uma loja de Foz para as obras da casa nova.

A comerciante Nubia Cristina Santos, 49 anos, não conseguiu conter as lágrimas quando recebeu os jovens do Programa de Iniciação e Incentivo ao Trabalho (PIIT), na tarde de terça-feira (27). “É possível ver que ainda existem pessoas boas”, resumiu. Nas mãos dos adolescentes estava o vale-compra simbólico de R$ 6.435, para ser usado na compra de materiais de construção nas lojas Panorama, para reconstruir a casa da família acometida por um incêndio em 8 de janeiro. Na ocasião, além da perda material, o acidente causou a morte de Dellaine Elisse Cassiano, de 7 anos, filha de Nubia.

“A ideia é mudar totalmente a fachada e os cômodos da casa, para que seja uma nova vida”, disse a Nubia, mãe do jovem Juan Carlos Poca, que ficou famoso por sua participação no programa The Voice Kids 2017, da Rede Globo. O imóvel será construído no terreno do antigo, no bairro Cidade Nova. Emocionada, a mãe agradeceu a ajuda. “Veio em bom momento”.


Emocionada, a mãe agradeceu a ajuda que "veio em bom momento".

O montante arrecadado pelos jovens foi possível após a venda de 1.287 números de uma rifa. A ideia da ação solidária partiu de cinco jovens que fazem parte do programa. Eles contaram com a ajuda de outros 11 colegas que formam a Comissão de Ação Solidária e tem por objetivo realizar atividades como essa ao longo do ano. A família ainda vai receber alimentos que foram doados por colegas da Itaipu e não couberam na cesta sorteada, no dia 19.

“Eu estou muito feliz por receber essa doação. Nós devemos estar preparados para tudo, principalmente para ajudar o próximo”, completou. “Espero todos vocês na casa nova. Vão ser muito bem recebidos.”

Ainda dá para ajudar

O repasse do vale-compras aconteceu no local onde funciona o bazar mantido pela família e que tem ajudado no dia a dia. No aguardo dos parceiros que se comprometeram com a construção, as obras da casa nova ainda não iniciaram. Enquanto isso, a família tem morado na casa de parentes, na Vila Solidária, ao lado do Cidade Nova.


O bazar, no bairro Cidade Nova, tem sido a única forma de renda da família. Eles ainda precisam de ajuda.

Mesmo com a ajuda dos jovens, as dificuldades continuam. Agora, a família pede a colaboração com a doação de alimentos e móveis, já que boa parte foi consumida pelo fogo. “Aqueles que puderem ajudar, nós agradecemos. Tudo será muito bem-vindo.” Os donativos podem ser entregues no bazar da família, na Rua Engenheiro Augusto Araújo, quase na esquina com Avenida Garibaldi, s/n, no bairro Cidade nova.

Emoção tomou conta da entrega


Evelin mora próximo e no dia do incêndio acompanhou todo o drama da família. Ela incentivo os quatro amigos a buscarem uma forma de ajuda.

Emocionada, a jovem Evelin Fernanda Cabral, lotada na Divisão de Almoxarifados (MTAA.DF), agradeceu os colegas pela ajuda na organização e venda dos números da rifa. “Nunca tinha feito algo como isso e foi muito gratificante”, contou. Foi Evelin quem levou a ideia da ação aos outros quatro jovens.


A felicidade de Lethicia tinha motivo nobre. Ela adorou participar da ação.

O sentimento de ajudar a família também tomou conta da jovem Lethicia Friederich Bervian, do Departamento de Obras e Manutenção (ODM.CD). “Não esperava arrecadar uma quantia tão alta. Fico muito feliz em fazer parte desse momento”, contou. François Wellynton Soares, da Divisão de Produção (SIPP.GG), também comemorou o bom resultado financeiro. “Vai fazer a diferença na reconstrução. É muito bom estar esatr ajudando alguém."

Grau de solidariedade


O coordenador do PIIT, Vinicius Ortiz, acompanhou toda a ação e participou da entrega do vale-compras.

Durante a entrega do vale-compras, o coordenador do PIIT, Vinicius Ortiz de Camargo, da Divisão de Seleção e Acompanhamento de RH (RHDA.AD), lembrou da força que o programa tem dentro da binacional, principalmente, na realização de ações de solidariedade. Ele disse ainda que estão sendo mensurados os resultados, que vão além da ajuda à família. “Nós precisamos verificar se a atitude de solidariedade dos PIIT’s se fortaleceu. Queremos saber qual foi o grau de envolvimento dos jovens com a ação.”

Para 2018, a coordenação do programa pretende integrar os jovens com ações menores. “Se possível, queremos vê-los participando de atividades do Força Voluntária, isso desperta neles um lado solidário”, completou.

O JIE publicou

Entrega de vale-compra para família de Juan Poca será nesta terça-feira (27)
Ação solidária dos PIITs arrecada R$ 6,4 mil para família vitimada por incêndio
Jovens do PIIT realizam ação solidária para ajudar família de Juan Poca

 

Versão para impressão