Itaipu e Cataratas serão apresentadas na Feira de Turismo de Shanghai

Itaipu e Cataratas serão apresentadas na Feira de Turismo de Shanghai

17h49 - 19/02/2018

Os dois principais atrativos turísticos da Tríplice Fronteira, a usina de Itaipu e as Cataratas do Iguaçu, serão apresentados na Feira Internacional de Turismo de Shanghai, na China, entre os dias 16 e 18 de maio.

Durante o evento, os Ministérios do Turismo do Brasil, da Argentina e da China assinarão um termo de irmanamento entre as Cataratas do Iguaçu e a Muralha da China.

Segundo o coordenador de turismo da Itaipu, Alexandre Pacheco, a participação na feira chinesa será de grande relevância para o Destino Iguaçu, pois Shanghai, Beijing e Hong Kong são as três cidades mais importantes da Ásia e as maiores emissoras de turistas do mundo. “Os chineses são um cliente muito importante para o destino. Em 2017, foram os estrangeiros que mais visitaram Itaipu”, disse.

Em relação ao termo de irmanamento, Pacheco destacou que é interesse comum fortalecer a imagem dos países com base nos título das Cataratas como uma das Sete Novas Maravilhas da Natureza, recebido em 2011, e da Muralha da China, eleita em 2007 uma das Maravilhas do Mundo Moderno.

Para conquistar o título, emitido pela Fundação New7Wonder, Brasil e Argentina se uniram em uma longa campanha de divulgação do atrativo. O apoio da Itaipu foi fundamental. “Depois do título, não somente a China, mas o mundo inteiro passou a olhar a região com mais interesse. O aumento no número de visitantes mostra isso”, explicou Pacheco.

Para Marcelo Almada, presidente do NeW7Wonder, o irmanamento entre ambas as maravilhas permitirá uma abordagem e promoção turística conjunta e mais efetiva entre a China, Brasil e Argentina. “Nessa união todos tendem a ganhar. Três países em prol de duas maravilhas.”

A decisão de irmanar os dois atrativos foi tomada durante a 38ª Feira Internacional de Turismo (Fitur), que ocorreu entre os dias 17 e 21 de janeiro, em Madri, na Espanha, com a presença de representantes dos três países.

Muralha da China

A Muralha da China, Patrimônio Mundial da Unesco desde 1987, é um dos destinos turísticos mais visitados do continente asiático. Todos os anos, recebe mais de 10 milhões de visitantes. Ela mede cerca de 8.850 quilômetros e levou cerca de 20 séculos para ser finalizada. Em média, tem cerca de 8 metros de altura e 6 metros de largura. É toda feita de pedra, tijolo, terra compactada, madeira e outros materiais. Foi construída ao longo de uma linha Leste-Oeste através das fronteiras históricas do Norte da China, para proteger os Estados e impérios chineses contra as invasões dos vários grupos nômades das estepes da Eurásia, principalmente os mongóis.

Versão para impressão