Evento em Foz discute segurança hídrica no Brasil e na América Latina

Evento em Foz discute segurança hídrica no Brasil e na América Latina

08h51 - 23/01/2018

Foz do Iguaçu recebe no dia 23 de janeiro (terça-feira) o evento Rumo a Brasília 2018, reunião preparatória para o 8º Fórum Mundial da Água, que será sediado pela capital do país em março do próximo ano.

Um dos painéis discutirá “Segurança hídrica, gestão participativa e desenvolvimento regional sustentável”. Participarão da mesa Ariel Scheffer, Simone Benassi e Sérgio Paulo de Oliveira, representando Itaipu Brasil; Daniel Alejandro Vásquez Bado, do Centro Internacional de Hidroinformática de Itaipu Paraguai; Guilherme Karan, coordenador de Estratégias de Conservação, da Fundação Boticário.

“Itaipu é um exemplo de relação altamente positiva entre dois países na gestão de recursos hídricos, isso dialoga diretamente com o tema do 8º Fórum Mundial da Água, que é Compartilhando Água”, afirma Mônica Queiroz, curadora da programação do Rumo a Brasília 2018.

Outro debate envolverá as questões da água no Brasil, na América Latina e no mundo sob o olhar da juventude. Estarão presentes João Paulo Angeli, representante do Parlamento Nacional da Juventude pela Água; Rodrigo Aria Ramirez, coordenador do Fórum Paraguaio Água e Juventude; Karini Scarpari, do Coletivo Jovem da Bacia do Paraná; e Joyce Mendes, do Observatório dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável do Oeste do Paraná.

Haverá ainda um depoimento de Cleci loffi, prefeita da cidade de Mercedes e presidente do Conselho dos Municípios Lindeiros ao Lago de Itaipu, e também a apresentação da orquestra Viola Lindeira, uma parceria entre Itaipu Binacional e o Instituto Viola Caipira para a formação de músicos que envolve crianças e adolescentes.

O objetivo geral do encontro é integrar academia, governo, empresas, associações e organizações não governamentais e vozes da sociedade civil para produzir propostas e soluções nas esferas econômica, política, tecnológica e cultural para levar aos debates em Brasília.

O evento, que já passou por cinco cidades, pretende deixar um legado de capacitação e conscientização da sociedade sobre a água como fio condutor do desenvolvimento social, econômico e sustentável de uma nação.

Rumo a Brasília 2018 é uma iniciativa da Seção Brasileira do Conselho Mundial da Água e acontece em cinco capitais Brasileiras e duas latino-americanas. O evento já foi sediado pelas cidades de Belém, Belo Horizonte, Tijuana (México) e Santiago (Chile) e São Paulo. Depois de Foz do Iguaçu, a cidade de Salvador receberá a última edição antes do 8º Fórum Mundial da Água.

8º Fórum Mundial da Água — O Fórum Mundial da Água acontece a cada três anos e é uma iniciativa do Conselho Mundial da Água, uma organização internacional com sede em Marselha, França, composta por representantes de governos, academia, sociedade civil, empresas e organizações não governamentais, formando um significativo espectro de instituições relacionadas com o tema água.

O evento é organizado no Brasil pelo Conselho Mundial da Água (WWC), pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA), representado pela Agência Nacional das Águas (ANA), e pelo Governo do Distrito Federal, representado pela Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento do Distrito Federal (Adasa). A Associação Brasileira da Infraestrutura e Indústrias de Base (Abdib) é integrante do Comitê Organizador Nacional (CON).

As sete edições anteriores foram realizadas em Marrakesh (Marrocos, 1997), Haia (Holanda, 2000), Kyoto (Japão, 2003), Cidade do México (México, 2006), Istambul (Turquia, 2009), Marselha (França, 2012) e Gyeongju e Daegu (Coréia do Sul, 2015).

8º Fórum Mundial da Água / 8th World Water Forum, de 18 a 23 de março de 2018 em Brasília (DF)

Debates: Centro de Convenções Ulysses Guimarães| Vila Cidadã: Estádio Nacional Mané Garrincha.

Site: http://www.worldwaterforum8.org/

Fonte: Revista Fator

Versão para impressão