Projeto estimulará a aprendizagem de espanhol nas escolas

Projeto estimulará a aprendizagem de espanhol nas escolas

08h32 - 16/01/2018

Com a proposta de oferecer um método alternativo de aprendizagem da língua espanhola por meio do intercâmbio cultural, o Projeto Intercultural de Fronteira será implantado nas escolas municipais de Foz do Iguaçu. O projeto é resultado de uma parceria entre o Instituto Federal do Paraná (IFPR), campus Foz do Iguaçu; a Universidade Federal da Integração Latino-Americana (Unila); a Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Campus de Foz do Iguaçu (Unioeste); e a Prefeitura de Foz do Iguaçu.

Na metodologia proposta, os alunos têm contato com a música, as lendas, as tradições e os costumes de países latino-americanos. A iniciativa deve ser implementada em sete escolas ainda no primeiro semestre. Também será criada uma comissão para organizar a implementação e avaliar o desenvolvimento da ação.

Um piloto do projeto foi desenvolvido no ano passado na Escola Municipal Padre Luigi, na Vila C. Também já foi realizada uma formação de professores, que envolveu 70 docentes. As oficinas foram oferecidas pela Unila, abordando o ensino intercultural, identidade, língua espanhola e cultura dos povos latino-americanos.

Na última semana, representantes das instituições reuniram-se para dar início às atividades. Participaram do encontro o vice-prefeito, Nilton Bobato; o secretário municipal de Educação, Fernando Lima; a professora do IFPR, Marcia Pessini; a professora da Unila, Jorgelita Tallei; a doutoranda em Letras da Unioeste, Adriana Glasser; a professora da Unioeste, Viviana Flores e o diretor do campus da Unioeste Foz do Iguaçu, Fernando Martins. Os educadores das três instituições integram o grupo de pesquisa “Linguagem, Política e Cidadania”, da Unila.

Fonte: Assessoria IFPR

Versão para impressão