Unesco aprova criação do CIH

Unesco aprova criação do CIH

10h26 - 02/10/2007

A Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) aprovou a criação do Centro Internacional de Hidroinformática (CIH).

Instalado no Parque Tecnológico Itaipu (PTI), o Centro Internacional de Hidroinformática (CIH) vai promover a gestão sustentável dos recursos hídricos, em cooperação permanente com a Itaipu Binacional.
    
Por meio do Programa Hidrológico Internacional (PHI), a Unesco oferece incentivos à formação de centros regionais e internacionais de pesquisa e desenvolvimento na área dos recursos hídricos, com o apoio de agências multilaterais e países desenvolvidos.

O CIH de Foz do Iguaçu, agora, passa a ser uma das instituições especializadas em hidroinformática, o que propiciará o desenvolvimento e o intercâmbio de informações dessa área. O objetivo da Unesco é aumentar o conhecimento sobre o ciclo hidrológico mundial e desenvolver e gerenciar melhor tais recursos.
     
“Este será o 23º
 Centro com a chancela da Unesco no mundo, e o primeiro do Brasil”, afirma Cícero Bley, assessor especial do DGB. Bley conta que a criação do CIH consumiu quatro anos de articulação, tempo durante o qual a proposta foi apresentada a outros países latino-americanos de modo a obter apoio.
     
A hidroinformática é um campo de estudo multidisciplinar que trata de temas ambientais, sociais e tecnológicos, dentro de uma perspectiva ética, usando a tecnologia de informação em sentido amplo, a fim de proporcionar a melhor gestão dos recursos hídricos e ambientais do território de influência.
     
Em cooperação com programas da Unesco como IHE, Help, Friend e Isi-Gest, o CIH vai ajudar na compreensão da problemática dos recursos hídricos de regiões em situação crítica.
     
Já o apoio contínuo das Nações Unidas vai aproximar o Centro dos países-membros, organismos internacionais, agências de financiamento, organismos governamentais e não-governamentais e outros atores no campo dos recursos hídricos no plano mundial.

Versão para impressão