Promotor aprova pedido de visita íntima para presos gays

Promotor aprova pedido de visita íntima para presos gays

14h45 - 14/09/2007

O promotor Flávio Gomes da Costa Neto da 16ª  Vara de Execuções Penais de Maceió, deferiu pedido de detento que solicita  direito a visita intima em presídio da Capital.

O Grupo Gay e Alagoas  comemorou nesta quinta-feira, 13/09, o parecer da Promotoria de Execuções Penais  da Capital em que defere o pedido do detento Weber da Silva Gomes, favorável ao  direito a visita intima para presos homossexuais.

Segundo Tedy Marques,  presidente do Grupo Gay de Alagoas (GGAL), “O Ministério Público Estadual  através da promotoria de execuções penais ao proferir parecer favorável a visita  intima para detentos homossexuais dá uma demonstração clara de justiça e  respeito a liberdade sexual baseando-se nos princípios constitucionais.” 

O relatório da promotoria bastante fundamentado apresenta uma verdadeira  inovação ao utilizar-se do recurso da poesia, vejamos: “O requerente na presença  da justiça chorou, e soluçando declarou, seu doutor, por conta desse ardor  erótico, tá subindo um calor, até meu peito arrebentou, tô numa saudade tremenda  de querer ficar juntinho com o meu amor. O Ministério Público não quer que ao  requerente lhe aconteça nenhum mal, ao contrário, quer que ele possa viver o seu  amor homossexual, assim sendo, com base na liberdade sexual, pugnamos, seu juiz,  deixe o homem amar, pois nunca se viu dizer que amar faz mal.”

O GGAL  ainda esta semana encaminhará Moção de Louvor a Promotoria de Execuções Penais  da Capital, pelo gesto humanitário e respeitoso do promotor Flávio Costa. 

Neli Rover

Versão para impressão