Força Voluntária entrega cheques em Curitiba

Chamada: 
Hoje, foi a vez de Curitiba participar da comemoração do Dia Nacional do Voluntariado

 

               

Hoje pela manhã, foram entregues em Curitiba os quatro cheques-premiações às instituições selecionadas pelo Banco de Projetos, do Força Voluntária, referentes à edição 2007. A solenidade foi no edifício Parigot de Souza. Os quatro projetos de Foz do Iguaçu foram entregues na quinta-feira.

O programa começou no ano passado, premiando seis instituições com R$ 3 mil cada. Este ano, foram oito instituições contempladas com R$ 5 mil cada.

Conheça, agora, a proposta de cada projeto selecionado e os colegas responsáveis pela idéia.
      

Marcenaria na Casa de Recuperação Esperança

       
A Casa de Recuperação Esperança, em Piraquara, atende crianças e adolescentes em situação de risco e problemas de toxicomania. O projeto propõe a compra de novos equipamentos e ferramentas de mercenaria e carpintaria e a reforma dos equipamentos já existentes na Casa. A intenção é, a partir deste projeto, resgatar a auto-estima e promover a inserção no mercado de trabalho dos jovens abrigados. As peças fabricadas serão vendidas, revertendo a renda para a própria instituição.

A idéia foi dos colegas João Carlos Luz da Graça, Heloisaelena Ulatoski, Sonia Maria dos Reis, Sonia Moura Zehnfenning e Fábio Gross, de Curitiba.

 

Iluminando um Sonho

    
O projeto Iluminando um Sonho atenderá 90 crianças da Obra de Assistência Social Dom Orione, no bairro Santa Quitéria, em Curitiba.

Com os R$ 5 mil recebidos do Banco de Projetos, a instituição implantará três programas: Refeitório Vitaminado, Soninho Feliz e Tecendo o Fio da Vida. Com o dinheiro obtido a partir da venda dos crochês, pintura em tecidos, bordados, entre outros, a Obra poderá investir em outros projetos.

O projeto foi uma iniciativa dos colegas Carmen Lúcia Inocente, Inês Gabardo, Juliana Kranz, Viviane Crespo Araújo, André Ribas e Rogério Machado.

 

Vida Longa ao Tarumã

      

O Rio Tarumã é um afluente do Rio Atuba, com 3,3 quilômetros de extensão, localizado entre os bairros Bacacheri e Tarumã, em Curitiba. Este rio amarga padrões de rios metropolitanos: poluído, parcialmente canalizado e transformado em valeta de dejetos urbanos.

Para tentar reverter esta situação, os colegas Luiz Gonzaga Paul, Carim Pydd, Márcia Rugik, Débora Piccolo e Ana Paula Carvalho da Luz, já engajados no trabalho de despoluição do rio, se uniram à Associação Educacional São Luiz de Gonzaga – onde funciona o Grupo Escoteiro São Luiz de Gonzaga – para promover um curso voltado a jovens voluntários e voluntárias que se formarão instrutores para trabalhar na disseminação de ações educativas ambientais.
      

Sorriso Feliz na Vila Zumbi

    
O projeto Sorriso Feliz na Vila Zumbi vai ajudar a Associação Beneficente Curitiba, uma organização não-governamental que atua na Vila Zumbi, em Colombo (município da região metropolitana de Curitiba) que, além de atender a população em necessidades básicas, desenvolve atendimento em saúde bucal. Um grupo de voluntários e voluntárias dentistas prestam atendimento às crianças e adolescentes e, com os R$ 5 mil doados pelo Força Voluntária, serão comprados os equipamentos para garantir a melhoria deste atendimento.

Leia em Turbinadas: O perfil do colega Luizinho, um dos voluntários de Curitiba