Força Voluntária ajuda Centro de Reabilitação

Força Voluntária ajuda Centro de Reabilitação

10h58 - 31/08/2007

O projeto Vivendo e Aprendendo, premiado pelo Banco de Projetos do Força Voluntária, tem por objetivo implantar uma oficina de artesanato para oferecer aos internos do Centro de Orientação e Reintegração ao Dependente do Álcool e Drogas (Cordeal).

 

 

Com esta oficina, eles terão a oportunidade de aprender uma atividade, elevar a auto-estima e se reintegrar à sociedade.


Na instituição já existe um barracão (foto abaixo), que será reformado e transformado em marcenaria para a confecção dos artesanatos. Atualmente, o Cordeal atende 15 pessoas envolvidas com drogas e álcool. A intenção é vender os produtos confeccionados pelos internos e reverter a verba para a manutenção do próprio Centro.



A iniciativa do projeto foi dos colegas Emerson Luiz Bueno, Dorival Goldoni, Carlos Alberto Lima da Silva, Jorge Fernando Leite, José Novaski Neto, Wilson José de Souza, Valter Antônio da Silva e Daviurlei Silva dos Reis.

 



Na opinião do colega Emerson, a instituição é digna de receber ajuda, tendo em vista sua seriedade, as dificuldades enfrentadas e os resultados obtidos. “Já há algum tempo nós tínhamos o desejo de ajudar esta instituição, e agora aproveitamos este magnífico apoio da Itaipu”, destacou.

 


 

 



O presidente do Centro, Tadeu Ferreira, destacou que o Cordeal tem tido resultados muito satisfatórios na recuperação de dependentes químicos, e o trabalho não pode parar. “Queremos dar uma melhor qualidade de vida para estas pessoas e suas famílias”, disse.
Ele ressaltou, ainda, a esperança de aumentar o índice de pessoas recuperadas, com a ajuda do Força Voluntária. “Estamos de portas abertas para visitas e a todos que queiram ajudar”, finalizou.

Versão para impressão