Campanha pelo fim da violência

Campanha pelo fim da violência

14h43 - 30/08/2007

     
O Conselho Municipal da Mulher e entidades parceiras convidam a todos a participar de uma vigília nesta sexta-feira, a partir das 19 horas, na Praça da Bíblia, na Avenida República Argentina. Esta vigília é uma das etapas da Campanha que visa mobilizar a comunidade iguaçuense na busca de soluções para a questão da violência. 

No ato da vigília, será realizado um abaixo-assinado que será encaminhado com reivindicações aos Governos: Federal, Estadual e Municipal e entidades com responsabilidade social. 

Sabemos que a segurança pública é uma questão de responsabilidade do Estado. Nesse sentido, queremos mobilizar a sociedade e exigir que efetivamente o Governo tome medidas que atenuem o caos que se encontra nossa cidade.  

Temos consciência que a família é o berço do amor, dos bons costumes, do respeito, da educação e, nesse sentido, estamos mobilizando toda a comunidade iguaçuense para resgatar esses valores. 

Necessitamos urgente de que os governos, federal, estadual e municipal, implementem em Foz do Iguaçu políticas públicas e sociais, pois  vivemos nessa fronteira e sabemos que o desemprego e a falta de opção legal de trabalho tira a dignidade do cidadão e traz  serias conseqüências negativas para toda a nossa comunidade.

Esta Campanha nada tem a ver com ideologia política ou credo religioso. É uma iniciativa de pessoas da comunidade, preocupadas com a violência crescente e desmedida em Foz do Iguaçu e que acreditam nesta terra, no seu povo, no seu potencial e sabem que Foz do Iguaçu pode ser o melhor lugar para se viver. Depende apenas de nós, unidos, reivindicando o que temos direito e fazendo a nossa parte. 

VENHA SOMAR CONOSCO.

Pedimos que estenda este convite a toda a comunidade.
Sua presença é fundamental!

Atenciosamente,
                                   
Comissão Organizadora
Maria Sirlei Lopez,Teonilia Pereira Leite Neta, Eliza Regina Plotegher, Sandra Fagundes, Giovana Gomes Lucca, Ieda L. da Silva, Telefone para  contato 
3523 2308  / 8405 3633 / 3572-7219

Versão para impressão