Notícias de Itaipu
RS.GB participa de eventos sobre equidade de gênero e direitos humanos
24/10/2014 | 18h05

A área de Responsabilidade Social de Itaipu (RS.GB) participou, em outubro, de diversos eventos sobre a promoção da igualdade de gênero e dos direitos humanos. A assessora de Responsabilidade Social, Heloisa Covolan, representou a empresa e o Pacto Global da ONU no Brasil nos eventos e apresentou as ações voltadas, principalmente, para o empoderamento das mulheres.
      

Heloisa no evento da Braskem, em São Paulo.

   
No Fórum Braskem de Mulheres, em 3 de outubro, em São Paulo, Heloisa apresentou a palestra “Como as empresas se beneficiam do trabalho da mulher”. O fórum teve a participação de 55 líderes de unidades da petroquímica Brasken, além da especialista nas questões de gênero do IFC/ Banco Mundial, Carmen Niethammer.
      
No dia 10 de outubro, Heloisa esteve em São Paulo, no encontro “A equidade gera negócio: a importância da mulher na transformação do negócio”, realizado pela Aliança para Empoderamento da Mulher, grupo composto por sete empresas com o objetivo de promover a diversidade de gênero nos cargos de liderança.
    

RS participou, em outubro, de vários eventos sobre equidade de gênero e direitos humanos.

      
Em Brasília, no dia 16, a RS participou do painel “Por que a empresa deve ser ética e implementar a gestão dos direitos humanos”, promovido durante o 10º Seminário do Fórum Nacional de Gestão da Ética nas Empresas Estatais. O evento foi acompanhado por 250 pessoas e contou com a presença do teólogo, escritor e professore Leonardo Boff. Na publicação final do evento, Heloisa participou com um artigo sobre o tema de sua palestra.
     
Nessa terça-feira (21) foi realizado, em Campinas, o 1º Seminário Mulheres no mundo dos negócios e da tecnologia. Heloisa ministrou a palestra magna “Igualdade de Gênero, Direitos Humanos e Inclusão no Mercado de Trabalho, subsídios de Políticas Públicas para as mulheres e as diretrizes da Organização das Nações Unidas”. Participaram gestoras públicas, executivas, pesquisadoras e especialistas e o Prefeito da cidade, Jonas Donizette, que recebeu uma carta com propostas de políticas públicas para inserção das mulheres no mercado de trabalho.


Itaipu é finalista do Prêmio Istoé Empresas+Conscientes
24/10/2014 | 17h53

A Editora Três promoveu, na noite dessa quinta-feira (23), em São Paulo (SP), a entrega do Prêmio Istoé Empresas+Conscientes, que elegeu, segundo os organizadores, as corporações mais dispostas a implantar um novo modelo de desenvolvimento, baseado em um capitalismo moderno e em consonância com o meio ambiente e a sociedade em que estão inseridas. A Itaipu ficou em segundo lugar na categoria Trabalhadores e em quarto na Governança. No ranking geral entre as grandes empresas, ficou em quarto lugar.
   
Para a assessora de Responsabilidade Social (RS.GB) da Itaipu, Heloisa Covolan, o resultado destaca a Itaipu entre as melhores empresas do Brasil. "Reafirma a estratégia de conduzir o negócio com base no respeito às pessoas que fazem o dia a dia da empresa, assim como à comunidade do entorno e outros públicos de relacionamento, na mesma proporção que cuida e investe em soluções inovadoras para a preservação ambiental, mantém o equilíbrio econômico-financeiro e conduz a gestão de forma sustentável", ressalta.
   
Segundo Heloisa, a Itaipu transforma o negócio em um meio para melhorar a sociedade, preservar o meio ambiente e levar bem-estar aos funcionários, "como estabelece o 'capitalismo consciente', modelo que ganha cada vez mais adeptos no Brasil e no mundo e que, segundo especialistas, ditará as regras para a sobrevivência das empresas no futuro", ressalta Heloisa.
   
Em sua primeira edição, o Prêmio Istoé Empresas+Conscientes recebeu as inscrições de mais de 150 companhias de todo o País e de praticamente todos os setores da economia brasileira.
  
Divididas em grandes (acima de R$ 300 milhões de receita bruta), médias (de R$ 16 milhões até R$ 300 milhões) e pequenas (até R$ 16 milhões), as empresas foram premiadas em cinco dimensões: Governança, Trabalhadores, Meio-Ambiente, Comunidade e Modelo de Negócios de Impacto. Com base na avaliação, também foi elaborado um ranking geral das empresas mais conscientes.
  
A avaliação das empresas participantes foi feita pela metodologia do B Lab, organização norte-americana dedicada a certificar empresas com práticas alinhadas ao lema "Não ser apenas as melhores empresas do mundo, mas as melhores para o mundo".
  
A pontuação inicial obtida pelas empresas com o preenchimento dos questionários foi analisada pelo Conselho Consultivo do Prêmio, formado por especialistas com experiência nos temas e nesse tipo de avaliação. Após isso, foram definidas as 15 empresas finalistas.
    
Clique em Leia Mais para ver as vencedores do Prêmio Istoé Empresas+Conscientes.


Itaipu faz a defesa da hidroeletricidade no Hydrovision 2014
24/10/2014 | 16h22


Marlene Curtis apresentou o programa Sustentabilidade de Comunidades Indígenas, do CAB.
    
A Itaipu marcou presença no Hydrovision 2014, evento paralelo ao Power-Gen e à feira Distributech, realizados no Transamerica Expo Center, em São Paulo, de terça (21) a quinta-feira (23).
   
Os eventos discutiram tendências no setor elétrico brasileiro e mundial. A Itaipu foi representada pela gerente da Divisão de Ação Ambiental (MAPA.CD), Marlene Curtis, e pelo jornalista Romeu de Bruns, da Divisão de Imprensa (CSIM.GB). Ela participou de um debate sobre hidroeletricidade e a questão indígena, e ele apresentou as estratégias da Itaipu para divulgação da hidreletricidade. Ambos os debates tiveram a mediação do veterinário Domingo Rodriguez Fernandez, da Divisão de Reservatório (MARR.CD).
    
Marlene apresentou o caso do programa Sustentabilidade das Comunidades Indígenas, que faz parte do Cultivando Água Boa. Ela falou sobre o histórico da iniciativa e como ela evoluiu nos últimos anos, permitindo melhorar a segurança alimentar e nutricional, bem como a infraestrutura nas três aldeias atendidas. “É importante respeitar a temporalidade dos indígenas. Todas essas ações são resultado de um longo processo de diálogo entre índios e não-índios e todas as ações são discutidas e referendadas pelo comitê gestor”, afirmou Marlene.
    

Romeu de Bruns, Antonio Fonseca dos Santos (diretor da Brookfield) e Domingo Fernandez, na mesa sobre comunicação da hidreletricidade.
     
Já o jornalista Romeu de Bruns mostrou uma série de exemplos positivos de divulgação da Itaipu Binacional e como a empresa explora as oportunidades de mídia espontânea. São exemplos relacionados à produção de energia, cuidados socioambientais, apoio ao turismo e ao esporte, combate à violência sexual e equidade de gênero, entre outros.
   
“São exemplos que decorrem da própria missão ampliada e das políticas da empresa em relação a seus públicos e, como consequência, constituem uma forma positiva de divulgar a hidroeletricidade no Brasil, pois demonstram como um projeto hidroelétrico pode reverter em diversos benefícios para a sociedade”, disse o jornalista.


Profissional da Itaipu organiza tratado de referência na Medicina Veterinária
24/10/2014 | 15h03

Os dois volumes do Tratado de Animais Selvagens – Medicina Veterinária: 2.512 páginas. 

    

A segunda edição do Tratado de Animais Selvagens – Medicina Veterinária (Editora Roca), que tem como um dos organizadores o médico-veterinário Zalmir Silvino Cubas, da Divisão de Áreas Protegidas (MARP.CD) de Itaipu, chegou ao mercado na última segunda-feira (20), com o lançamento na Livraria da Vila, em São Paulo (SP).

       

O trabalho, que acompanha a evolução da Medicina Veterinária no Brasil, levou quatro anos para ficar pronto e o resultado impressiona: são dois volumes, 2.512 páginas, 134 capítulos, 11 seções e a colaboração de 184 especialistas – 167 brasileiros e 17 estrangeiros.

       

Cubas (foto ao lado) divide a organização da obra com os médicos-veterinários Jean Carlos Ramos Silva, da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), e José Luiz Catão-Dias, da Universidade de São Paulo (USP).

        

Segundo ele, trata-se de uma obra de referência, sem paralelo no mundo editorial, que poderá ser usada em cursos de Medicina Veterinária, residência médica e provas de concursos na área, por exemplo. A obra já está à venda nas principais livrarias do País.

        

“Quando você lança um livro desses, estabelece um nível de conhecimento mínimo e básico. Ou seja, nivela e distribui o conhecimento a todos, fazendo com que, a partir desse ponto, se possa avançar”, explicou.

       

Foi exatamente o que ocorreu com a primeira edição do tratado, lançado em 2006, pelos mesmos autores – e que, por ter se tornado referência na área, despertou forte interesse para o lançamento da edição atualizada.

        

O enfoque ainda são animais sul-americanos – de invertebrados a mamíferos –, mas o trabalho avança para outras áreas, como a megafauna. “Como existem animais exóticos em zoológicos, nós ampliamos para grupos que não estavam presentes na primeira edição, como rinoceronte, elefantes e girafas, que não são daqui”, disse Cubas.

        

“Também demos ênfase a animais exóticos de companhia, como coelho e hamster, que muitas vezes a pessoa tem em casa e procura o veterinário para fazer o atendimento”, acrescentou.

     

Cubas ao lado dos demais organizadore,s José Luiz Catão-Dias e Jean Carlos Ramos Silva. Foto: arquivo pessoal.

     

Lançamento do tratado - e noite de autógrafos - foi na Livraria da Vila, em São Paulo (SP).

       

O tratado apresenta ainda temas gerais da Medicina Veterinária, desde orientações sobre como realizar pesquisas até conceitos de educação, reprodução e conservação ambiental. Tudo acompanhado com ilustrações, tabelas, planilhas e referências bibliográficas.

         

Segundo Cubas, a obra é dedicada ao professor norte-americano Murray E. Fowler, autor – entre outros trabalhos – de Zoo & Wild Animal Medicine e com quem fez residência médica na Universidade da Califórnia. Fowler morreu neste ano.

    

Cubas com os volumes da nova edição do tratado, ao lado da primeira edição: referência.

      

Itaipu presente

     

A usina de Itaipu está presente no tratado de diferentes formas – a começar por uma imagem icônica da onça Juma na capa do livro. “A empresa me proporciona uma grande experiência técnica e também a oportunidade de crescimento profissional, com a participação em congressos, cursos de especialização e grupos de discussão”, afirmou Cubas.

        

O autor faz questão de destacar o suporte que recebe dentro da MARP.CD, mesmo tendo se dedicado ao livro fora do horário de trabalho. “Difícil é você trabalhar em um ambiente que não te ajuda, onde ninguém entende o que você está fazendo. E aqui tive toda a compreensão e apoio. Isso foi fundamental.”


Prazo para eleger destaques do turismo de Foz vai até 3 de novembro
24/10/2014 | 12h29


Osvaldo (Boubon), Piolla (Itaipu), Fernanda (Polo Iguassu) e Picelli (Click Foz).
     
Os moradores de Foz do Iguaçu têm prazo até 3 de novembro para indicar seus candidatos ao Prêmio 100 Anos de Turismo, que homenageará os pioneiros, os profissionais, os empreendedores e também as pessoas que, em cargos públicos, contribuíram ou contribuem de forma relevante para o desenvolvimento do setor.
    
Lançado oficialmente nesta quinta-feira (23), no Hotel Bourbon Cataratas, o prêmio fará parte do calendário oficial do turismo de Foz do Iguaçu. A cada ano o prêmio terá um novo tema, mas a ideia é sempre a de valorizar pessoas e instituições que contribuem para o crescimento do setor, principal base econômica do município.
   
A premiação é uma iniciativa da Gestão Integrada do Turismo, desenvolvida em conjunto pelo Instituto Polo Internacional Iguaçu e portal ClickFoz, com apoio da Itaipu Binacional, Secretaria Municipal de Turismo, Conselho Municipal de Turismo (Comtur) e Bourbon Cataratas Convention & Spa Resort.
    
Reconhecimento
    
Durante o lançamento do prêmio, o superintendente de Comunicação Social da Itaipu e presidente do Fundo Iguaçu, Gilmar Piolla, afirmou que “identificar, valorizar e reconhecer o que foi feito do passado até agora é um gesto importante para que possamos planejar o futuro da nossa cidade”.
    
Gilmar Piolla: prêmio contribui para pensar a Foz do futuro.
    
A presidente do Instituto Polo Internacional Iguassu, Fernanda Fedrigo, disse que o número de cem homenageados certamente permitirá fazer justiça às pessoas mais importantes que contribuíram para o desenvolvimento do turismo iguaçuense.
   
O gerente geral do Hotel Bourbon Cataratas, Osvaldo Júlio Neto, disse que apoia a iniciativa porque é uma questão de justiça com aqueles que, lá no passado, enfrentando às vezes muitas dificuldades, perceberam o potencial de Foz do Iguaçu para o turismo. “Foz hoje é conhecida no mundo inteiro pelo esforço desses pioneiros”, afirmou.
    
Garon Picelli, do ClickFoz, informou que, até agora, já foram indicados cerca de cem nomes e que, até o final das indicações, o número deverá passar de 200.
   
Todos esses nomes passarão por critérios de avaliação, baseada também em pesquisas históricas, que atribuirá pontos ao pioneirismo, à relevância do trabalho desenvolvido e à indicação feita pela comunidade, entre outros itens.
   
Qualquer pessoa pode indicar seus candidatos ao prêmio. Só é preciso informar o nome e o e-mail. Pode ser feito mais de um acesso, para indicar mais de um candidato. Para isso, basta acessar este link.
    
Noite da premiação

    
Os vencedores do Prêmio 100 Anos de Turismo serão conhecidos no dia 22 de novembro, num jantar de gala, no Hotel Bourbon Cataratas, realizado em parceria com as colônias de Foz do Iguaçu, Argentina e Paraguai. Cada homenageado receberá um troféu em reconhecimento à sua atuação.
   
Durante o jantar, animado pela Banda Mistura Fina, de Foz do Iguaçu, haverá intervenções artísticas, para mostrar a cultura da região por meio da música e da dança, e também sorteio de prêmios.
   
Os ingressos, para no máximo 500 pessoas, já estão à venda no Iguassu Convention & Visitors Bureau e também na loja da Loumar Turismo no Cataratasas JL Shopping (piso L2).


Inventário: falta só uma semana
24/10/2014 | 10h26

Termina na próxima sexta-feira (31) o prazo para que todas as áreas da empresa entreguem o inventário anual de Bens Patrimoniais Móveis (BPMs). “Solicitamos a todos que ainda não enviaram o resultado do inventário que o façam o mais breve possível”, diz Rosana Schmidt, da Divisão de Bens Patrimoniais e Alienações (MTAB.DF), área responsável pelo controle dos BPMs. O prazo para envio começou no dia 1º de outubro.
  
“Salientamos que é de fundamental importância a realização do inventário, visto que o seu resultado reflete nos demonstrativos da empresa”, ressalta Rosana.
   

Olho no plaquinha: faça o levantamento e o entregue até o dia 31.
  
Como fazer
  
O inventário deve ser encaminhado via Sistema de Protocolo e Gestão de Correspondência (Siscor) ou para o e-mail da MTAB.DF (mtabdf@itaipu.gov.py). No caso do documento impresso, o envio pode ser feito por malote.
    
Clique aqui para acessar as orientações sobre como fazer e entregar o inventário. É o mesmo arquivo que já foi enviado a todos os gerentes.
   
No caso de dúvidas, entre em contato com Rosana Schmidt (ramal 6594), Camila Jácome Campos (6968), Derlis Cardozo (6573) ou Expedito Avalos (6826).
    
O JIE Publicou
  
BPM: cuide do que é nosso
  
O fim do formulário de papel: transferência de bens patrimoniais será on-line


Coordenação paraguaia convida para palestra científica
23/10/2014 | 17h42

A Diretoria de Coordenação da margem paraguaia convida os colegas a participarem, nesta sexta-feira (23), às 15h, da palestra científica: "Espectrometria de massas e sua influência no meio ambiente, especificamente na captura do carbono".
    
A palestra será proferida pelo professor doutor Oscar Vega Bustillos, cientista paraguaio, especialista em física nuclear pelo Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (Ipen), de São Paulo.
    
O evento acontece no Centro de Recepção de Visitantes da Margem Direita, com entrada gratuita.
   
Será expedido certificado para os participantes após a palestra.
    

Clique aqui para ver o convite em tamanho maior.
  

Mais informações pelo telefone 061 599 8095 / 8086 ou ramais 8095 e 8086.


Veterano do Ministério de Minas e Energia visita Itaipu
23/10/2014 | 17h34


Sucha e Marta Costard, gerente da CSRP.GB, presenteiam Mariano com peça de artesanado do Ñandeva.
  
A Itaipu recebeu, na terça-feira (21), a visita do comendador Francisco das Chagas Mariano, advogado que trabalhou no Ministério de Minas e Energia (MME) durante a construção da Itaipu. Ele veio acompanhado da esposa, Maria Amélia. No Centro de Recepção de Visitantes (CRV), Mariano foi recebido pelo chefe da Assessoria de Informações (IN.GB), Carlos Roberto Sucha. Após a exibição do vídeo institucional, o casal seguiu em visita pela usina, acompanhado por Michelle Lorencetti e Wellington Santos da Silva, ambos da Divisão de Relações Públicas (CSRP.GB).

 


Maria Amélia, Marta Costard, Francisco Mariano e Carlos Sucha, no CRV.


Foz recebe campeonato de slackline
23/10/2014 | 16h37

Montagem da estrutura para as provas, nesta quinta-feira (23), no Gramadão.

   
Foz do Iguaçu recebe, neste fim de semana, as primeiras edições do Campeonato e Fórum Latino-Americano Open de Slackline, esporte de equilíbrio feito sobre uma fita de nylon. Os eventos ocorrem de sexta-feira (24) a domingo (26), no Hostel Natura, Gramadão da Vila A e no Parque Nacional do Iguaçu. A Itaipu Binacional apoia a iniciativa, organizada pela Associação de Desenvolvimento de Esportes Radicais e Ecologia (Adere).

 
No sábado (25), das 9h às 18h, o público poderá acompanhar, de graça, a disputa na arena montada no Gramadão. A entrada é livre. Segundo a organização, são esperadas 2.000 pessoas nesse dia. O evento deve ser destaque no Esporte Espetacular, da TV Globo.

 
Ao todo, serão 40 competidores, em duas modalidades: highline, executada a dez metros de altura, e trickline, com manobras realizadas a 1,60 m de altura. Entre eles, estarão os cinco melhores do País, incluindo o campeão mundial de slackline, Carlos Neto, que excursionou com a turnê “MDNA”, da cantora Madonna. Também estarão presentes os atletas Gabriel Aglio, Mica Noal e Marcelo Supertramp.

 
No domingo (26), das 10h às 14h, as demonstrações serão no Parque Nacional do Iguaçu, em frente ao Hotel das Cataratas. O público pode ter acesso adquirindo os ingressos comuns do Parque. Moradores da região pagam R$ 9,25 (adultos). Brasileiros de outras localidades pagam R$ 29,20 (adultos).

 
Um dia antes da competição, na sexta-feira (24), os atletas se reúnem no Hostel Natura para discutirem a criação da Confederação Brasileira de Slackline. O Fórum Latino-Americano ocorre das 8h às 22h, com acesso restrito aos participantes.
 
Serviço

 

  
1º Campeonato e 1º Fórum Latino-Americano Open de Slackline


Sexta-feira (24)

1º Fórum Latino-Americano de Slackline
Horário: 8h às 22h

Local: Hostel Natura
 
Sábado (25)

1º Campeonato Latino-Americano Open de Slackline

Horário: 9h às 18h

Local: Gramadão Vila A

Atrações: disputa de trickline (manobras a 1,60 m de altura) e apresentação a 10 metros de altura
 
Domingo (26)

Apresentação de trickline

Horário: 10h às 14h

Local: Parque Nacional do Iguaçu, em frente ao Hotel das Cataratas

 

 

 


UAB forma a 6ª turma de Gestão Pública. Polo já contabiliza 1.654 alunos formados
23/10/2014 | 15h29


Formatura aconteceu no último sábado (18).
  
A Universidade Aberta do Brasil (UAB), polo presencial de Foz do Iguaçu, promoveu, no último sábado (18), a colação de grau dos 26 formandos da sexta turma de Gestão Pública. O curso de graduação foi ofertado pelo Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC), na modalidade semipresencial. Com mais essa formatura, o Polo da UAB já contabiliza 1.654 alunos formados.
  
Instalado no Parque Tecnológico Itaipu (PTI), o Polo presencial da UAB conta, atualmente, com 1.153 alunos em 14 cursos de pós-graduação, sete de graduação e dois de pós-médio. Esses cursos são promovidos, além do IFSC, por mais sete Instituições de Ensino Superior Públicas: Federal de Itajubá (UNIFEI); Santa Maria (UFSM); Santa Catarina (UFSC); do Paraná (UFPR); Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR); Estadual de Maringá (UEM) e Estadual do Centro-Oeste (Unicentro).
   
O Sistema UAB foi implantado pelo Ministério da Educação (MEC) para ampliar a oferta de vagas no ensino superior, com cursos gratuitos na modalidade a distância. Em Foz, o Polo presencial foi criado em 2007, por meio de uma parceria entre o PTI e Prefeitura. Nesse período, foram ofertadas 3.623 vagas.
  
Para continuar a leitura, clique em Leia Mais.


PRIMEIRA ANTERIOR 1 2... PRÓXIMA ÚLTIMA