Notícias de Itaipu
Itaipu fará mutirão no lago
31/10/2014 | 11h29

Espécies nativas estão protegidas da pesca até 28 de fevereiro.

  

A Itaipu Binacional aproveitará o período de defeso (proibição da pesca de espécies nativas nos rios e reservatórios) no Estado do Paraná para promover mutirões de limpeza no lago. A restrição começa neste sábado (1º) e vai até 28 de fevereiro. O objetivo é proteger a reprodução e desova dos peixes neste período de piracema.

  

Entre as espécies da lista estão o bagre, o pintado, o lambari, o dourado e o jaú. A pesca fica permitida apenas para as espécies exóticas como a carpa, a tilápia, o tucunaré e o apaiari.
  

A campanha de Itaipu será semelhante à desenvolvida entre julho e agosto. À ocasião, foram recolhidas quase 40 toneladas de lixo. Os materiais reciclados foram repassados à Prefeitura de Foz do Iguaçu para destinação correta.
  

Defeso vale para todo o Estado e a Itaipu vai aproveitar o período para mobilizar os pescadores em mutirões de limpeza.

 

A ação será em parceria com o Conselho de Desenvolvimento dos Municípios Lindeiros ao Lago de Itaipu e iniciam após 15 de novembro, quando as datas dos mutirões começarão a ser agendadas, segundo o engenheiro agrônomo, Irineu Motter, da Divisão de Reservatório de Itaipu (MARR.CD).
 
A expectativa é da participação de cerca de 500 pescadores, de seis colônias e de quatro associações profissionais. Eles receberão camisetas, bonés, luvas, embalagens, combustível para os barcos e marmitex repassados pela Itaipu.
 
O defeso obedece Instrução Normativa nº 25/2009 do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Ibama). A regra é reforçada no estado pela portaria nº242/2011, do Instituto Ambiental do Paraná (IAP).
 
Durante a piracema, a Polícia Ambiental e o IAP vão reforçar a fiscalização nos lagos e rios. Os pontos prioritários serão os locais já mapeados como os de maior incidência de infrações ambientais e pesca predatória. Peixarias e supermercados deverão apresentar, até 5 de novembro, declaração de estoque.
 
O não cumprimento das regras enquadra o responsável por crime ambiental, com aplicação de multa de R$ 700 (por pescador) e mais R$ 20 por quilo pescado.


Iluminação rosa da Barragem de Itaipu termina neste sábado (1º)
31/10/2014 | 11h20

Quem ainda não conferiu a iluminação da barragem em tons rosa tem até sábado (1º) para visitar Itaipu. Ao longo de todo mês de outubro, a binacional aderiu à campanha Outubro Rosa, que leva uma mensagem sobre a prevenção do câncer de mama. Como a atração acontece nas sextas e sábados, este ano, a última iluminação rosa vai acontecer no primeiro dia de novembro.
      

Pelo segundo ano consecutivo, Itaipu aderiu à campanha.

     
O espetáculo é realizado às 21h, no horário de verão brasileiro. Os apresentadores contam a história de Itaipu antes que todas as luzes sejam apagadas. Então, parte por parte, a barragem vai sendo iluminada em sincronia com uma trilha sonora criada especialmente para a apresentação. No final, a barragem recebe a luz dos 747 refletores e das 112 luminárias.
     
Para prestigiar, o visitante pode comprar o ingresso no site www.turismoitaipu.com ou nos guichês do Complexo Turístico Itaipu. O valor do ingresso é R$ 15 (integral) e gratuito para moradores da região que trouxerem comprovante de endereço. Nesta atração, não se aplica a meia entrada.
      
Outubro rosa
       
Do começo do mês até esta sexta-feira (31), 2.582 visitantes prestigiaram a iluminação da barragem e conferiram o tom rosado, que começou no dia 3 de outubro. A adesão à campanha é uma iniciativa binacional, brasileira e paraguaia.
      

Um quinto das lâmpadas são trocadas para chegar aos tom rosa.

    
Em 2013, a substituição das lâmpadas foi bastante trabalhosa. Foram feitos vários testes até chegar à cor ideal. Este ano, com a infraestrutura já preparada, os preparativos ficaram mais fáceis e rápidos. A troca foi feita em dois dias.
       
Na iluminação da barragem, 20% das mil lâmpadas utilizadas no espetáculo foram substituídas para chegar ao tom rosa. Itaipu também iluminou a fachada do Ecomuseu, as calotas do Parque da Piracema e o portal da Universidade Federal de Integração Latino-Americana (Unila), próximo à Barreira de Controle, na entrada da usina.
        
Alerta
    
Segundo tipo de câncer mais frequente no mundo, câncer de mama é o mais comum entre mulheres, mas pode ser prevenido. A mamografia é o exame ideal para detectar a doença. Esse tipo de câncer também acomete os homens. A prevenção, o diagnóstico e o tratamento são os melhores caminhos para a cura.


Margaret apresenta o Mob-i em SP
31/10/2014 | 10h12

Apresentação de Margaret Groff no Seminário Nacional de Mobilidade Urbana.

   

A diretora financeira executiva de Itaipu, Margaret Groff, apresentou o Programa de Mobilidade Elétrica Inteligente (mob-i) no Seminário Nacional de Mobilidade Urbana, que ocorreu nos dias 29 e 30 de novembro no Teatro Colinas, em São José dos Campos (SP).

     

O seminário foi realizado pela Associação de Engenheiros e Arquitetos de São José dos Campos, com patrocínio do Conselho de Arquitetura e Urbanismo de São Paulo (CAU/SP), e reuniu alguns dos principais especialistas em mobilidade do Brasil e do exterior.

      

Diretora de Itaipu ao lado dos organizadores do evento em São José dos Campos.

       

A palestra de Margaret foi no dia 29, para uma plateia de aproximadamente 300 pessoas. A diretora falou sobre a experiência de Itaipu com o Programa Veículo Elétrico (VE), desenvolvido desde 2006, e a parceria com o Centro de Excelência da Indústria da Mobilidade (Ceiia), de Portugal, no Programa de Mobilidade Elétrica Inteligente.

       

Margaret destacou os resultados positivos com os projetos-piloto do Mob-i em Curitiba e Brasília e defendeu que o sistema de gestão do programa poderá contribuir na definição de políticas públicas dos municípios nas áreas de mobilidade e planejamento urbano.

     

Margaret Groff falou sobre a experiência de Itaipu na área de mobilidade sustentável.

        

“O programa é uma cooperação técnica de pesquisa e desenvolvimento de tecnologias e plataformas de excelência em mobilidade inteligente, valorizando a interação entre modais, compartilhamento de veículos, entre outros”, afirmou – de acordo com texto divulgado pela aassessoria do evento.

         

De 18 a 20 de novembro, a convite da Ceiia, o Programa de Mobilidade Elétrica Inteligente também será apresentado no Smart City Expo – World Congress, em Barcelona (Espanha).

      

Leia mais

       

Para obter mais informações sobre o seminário em São José dos Campos, acessar o site oficial do evento (http://www.mobilidadebrasil.org.br).


Itaipu está entre as maiores do Sul
30/10/2014 | 17h01

Rossi, entre Leandro Camillo (à esquerda) e Jorge Pollydoro (à direita). Crédito: Felipe Paiz

 

Itaipu recebeu o prêmio 500 Maiores do Sul - Grandes & Líderes, concedido pela Revista Amanhã e PricewaterhouseCoopers (PwC Brasil). A binacional foi a empresa paranaense de maior rentabilidade sobre o Patrimônio Líquido e maior Lucro Líquido 2014, além de ser a oitava maior do Paraná em 2014.

 
A premiação foi concedida em uma solenidade realizada na Federação das Indústrias do Paraná (Fiep), em Curitiba, na terça-feira 28. Na ocasião, a Itaipu foi representada pelo assessor de Planejamento e Coordenação da Diretoria Financeira Executiva (PC.FE), Luiz Covelho Rossi. Os vencedores foram saudados por Jorge Polydoro, presidente do Grupo Amanhã.

   
A homenagem reuniu cerca de 300 pessoas, entre executivos e presidentes das empresas elencadas como as 100 maiores do Estado.

 
Para definir os premiados, foram levados em conta os balanços oficiais publicados pelas companhias. “Além disso, desenvolvemos um indicador exclusivo para esse projeto, o Valor Ponderado de Grandeza – que é o resultado da soma de 50% do patrimônio líquido, 40% da receita bruta e 10% do lucro (prejuízo) líquido do exercício”, explicou o sócio-diretor da PwC Brasil, Leandro Camilo.

 
O Paraná reúne 182 das 500 maiores empresas da Região Sul do País. Na edição anterior, eram 175. O ranking é feito há 24 anos pela Amanhã e PwC.


Gestores ambientais participam de curso sobre restauração de áreas degradadas
30/10/2014 | 16h43

Gestores ambientais de Itaipu e de entidades que atuam na região vão participar nos dias 6 e 7 de novembro, no Refúgio Biológico de Santa Helena e no escritório da binacional no município, do curso Restauração de Ecossistemas.

     

O curso é promovido pelo Mater Natura – Instituto de Estudos Ambientais, dentro do projeto Ações de Governança Territorial da Rede Gestora do Corredor de Biodiversidade do Rio Paraná.

    

A capacitação será coordenada pelos pesquisadores Giselda Durigan e Antônio Carlos Galvão de Melo, do Instituto Florestal de São Paulo, com financiamento pelo Programa de Fortalecimento do Acordo TFCA (Tropical Forest Conservation Act), junto ao Fundo Brasileiro para a Biodiversidade (Funbio).

     

“Basicamente, o curso vai tratar de conceitos e técnicas para recuperação de áreas degradadas. Serão aulas práticas e teóricas”, explicou o gerente da Divisão de Áreas Protegidas (MARP.CD) de Itaipu, Edson Zanlorensi.

      

O local escolhido para as atividades de campo, com 1.500 hectares, foi criado por Itaipu há 30 anos e hoje é administrado pelo município de Santa Helena. Trata-se de uma Área de Relevante Interesse Ecológico (Arie).

      

“[O refúgio] É um local estratégico, ocupa uma posição central no reservatório, com toda a infraestrutura necessária para a atividade”, comentou Zanlorensi.

       

Para conhecer a programação do curso, clique em Leia Mais.


Presidente da KWO conhece as novas linhas de pesquisa em mobilidade
30/10/2014 | 16h10

Gianni Biasiutti e o coordenador brasileiro do Programa VE, Celso Novais, no CPDM-VE.

    

O CEO da companhia suíça Kraftwerke Oberhasli AG – KWO, Gianni Biasiutti, esteve nesta semana em Foz do Iguaçu para participar da reunião anual do Comitê Gestor do Programa Veículo Elétrico (VE), do qual a empresa é a principal parceira, ao lado de Itaipu Binacional.

    

Biasiutti reuniu-se na quarta-feira (28) com o diretor-geral brasileiro de Itaipu, Jorge Samek, e, na quinta-feira (29), visitou o Centro de Pesquisa, Desenvolvimento e Montagem de Veículos Movidos a Eletricidade (CPDM-VE).

     

Um dos projetos que chamaram a atenção do executivo foi a versão industrial do Sistema Inteligente de Armazenamento de Energia (IESS, na sigla em inglês), que irá beneficiar uma comunidade isolada no extremo Norte do País.

       

Jorge Samek e Gianni Biasiutti, da KWO. Reuniões anuais para avaliar a parceria.

     

O CEO da KWO também visitou as obras do galpão que vai abrigar a futura linha de montagem de modelos elétricos da Renault e do Programa VE, em frente ao CPDM-VE. A nova estrutura terá 3.300 metros quadrados e a previsão é que fique pronta até julho de 2015.

     

“A Itaipu sempre foi uma empresa muito inovadora. E nós temos uma longa história nessa questão [da mobilidade elétrica]. Por isso, essas reuniões são importantes porque servem para o mútuo aprendizado e para o desenvolvimento da percepção de questões que ainda são novas na área de energia elétrica”, comentou.

     

CEO da KWO conhece sistema de armazenamento de energia que beneficiará comunidade no Pará.

     

Dinamismo

    

O coordenador brasileiro do Programa VE, Celso Novais, avalia que os encontros do Comitê Gestor ajudam a nivelar as informações, especialmente em relação aos novos estudos em desenvolvimento na Europa.

     

“Porque há um dinamismo muito grande no setor de energia, na área de mobilidade elétrica, de smart grid. Se não houvesse esse intercâmbio, possivelmente estaríamos descobrindo as coisas depois que elas acontecessem”, disse.

    

Celso Novais explica as inovações dos novos ônibus elétricos do Programa VE.

      

“Essa é a grande vantagem. Não é uma nota de um paper, de uma revista, são informações de quem está vivendo e administrando empresas de energia numa realidade diferente da nossa”, complementou.

     

Mobilidade do futuro

    

Biasiutti disse não ter dúvida de que, apesar de enfrentar grandes desafios, a mobilidade do futuro passará pelo veículo elétrico. “Estamos no início do desenvolvimento, os custos ainda são altos, mas eu penso que haverá um momento em que o consumidor vai querer esse carro”, defendeu.

     

Visita à nova estrutura que vai abrigar a futura linha de montagem do Renault Twizy e outros modelos.

     

“Quando você acende uma luz na sala ou liga o aparelho de ar condicionado, não existe emoção. Mas, quando você entra no carro, há emoção, você sente a energia elétrica. Então, com o carro, a energia elétrica ficará mais perto do consumidor”, acrescentou.

     

O executivo indicou que a mobilidade ajudará também a melhorar a reputação da energia elétrica – na comparação com outras fontes. “Esse é o propósito. Eu tenho a convicção de que, no longo prazo, a energia elétrica vai ter o mesmo significado que tem hoje o petróleo no abastecimento de energia no mundo.”

     

Executivo suíço aproveitou para fazer um test drive dos modelos elétricos, como o Fiat 500-e.

     

O elétricos da Renault - Fluence e Zoe - também foram testados pelo presidente da KWO.

    

Quem é

    

A KWO opera usinas hidrelétricas na região dos Alpes, na Suíça, e mantém acordos tecnológicos com a binacional em áreas ligadas à geração de energia. A parceira no Programa VE começou em 2006.

      

Uma das principais linhas de pesquisa do programa, com a participação da Fundação Parque Tecnológico Itaipu (FPTI), é o desenvolvimento de uma nova bateria de sódio – que, no futuro, poderá equipar não apenas veículos elétricos como projetos de armazenamento de energia.


Cipa tem novos integrantes
30/10/2014 | 15h07

A Comissão Interna de Prevenção de Aciedentes (Cipa) já conhece os novos integrantes, que farão parte da gestão 2015/2016. A apuração aconteceu nesta quinta-feira (30). Os 12 "cipeiros" eleitos são todos da margem esquerda, lotados em Foz do Iguaçu. Outros 12 colegas serão escolhidos pela empresa. Conheça os representantes em cada diretoria:
 
Diretoria Técnica
 
Titulares
Cláudio Neumann Júnior (ENCC.DT) - 70 votos
Olício Aparecido Rodrigues (SMMU.DT) - 61 votos
  
Suplentes
Paulo Henrique Guerra Zuchoski (SMME.DT) - 54 votos
Júlio Henrique Dreher (OPUO.DT) - 52 votos
  
Diretora Financeira
  

Titular
Pablo Jordano Desbessel Carniel (MTAA.DF) - 22 votos
  
Suplente
Júlio Cesar Fabri (SEOC.AD) - 66 votos
  
Diretorias Geral e Jurídica
  
Titular
Gustavo Quenehen dos Santos (SITT.GG) - 61 votos
  
Suplente
Dariane Ângelo Donin (AS.JD) - 55 votos
  
Diretoria Administrativa
   
Titular
Marcelo Somer (SGST.AD) - 72 votos
  
Suplente
Calixto Avelino Júnior (SESA.AD) - 67 votos
  
Diretoria de Coordenação
  
Titular
Frederico Ludgero Devens (ODMS.CD) - 31 votos
  
Suplente
Robson Cesar Agostini (SMMT.DT) - 35 votos
     
Os próximos “cipeiros” poderão participar de dois mandatos consecutivos. Depois disso, eles ficam impedidos de disputar um terceiro mandato, mas podem voltar dois anos depois. O objetivo é que os integrantes da Cipa possam cativar outros empregados das áreas.
     
O Regime Interno da Cipa, aprovado este ano, também prevê a figura do vice-presidente e a obrigatoriedade de alternância da presidência entre as duas margens. Caberá ainda à nova comissão, manter conquistas como a consolidação da Manhã Binacional do Trânsito, dentro da programação da Semana do Trânsito e a Semana Interna de Prevenção dos Acidentes de Trabalho (Sipat).


Margaret Groff fará palestra magna em Congresso Trinacional de Secretariado
29/10/2014 | 11h20

A diretora financeira executiva de Itaipu e coordenadora do Prêmio WEPs Brasil, Margaret Groff, fará a palestra magna do 2º Congresso Trinacional de Secretariado (Contsec) – Brasil, Paraguai e Argentina, que ocorre de 13 a 15 de novembro, em Foz do Iguaçu. O evento é promovido pelo Sindicato das Secretárias e Secretários do Paraná (Sinsepar).

      

Margaret vai falar no dia 13, às 14h, sobre "Os princípios de empoderamento das mulheres nas empresas – Igualdade significa negócios".

      

Entre os objetivos do encontro estão discutir o desenvolvimento da profissão de Secretariado e as inovações na formação – com recorte de gênero; divulgar pesquisas e trabalhos acadêmicos na área; e promover o intercâmbio entre profissionais que atuam nos países do Mercosul.

      

Como participar

     

O congresso será realizado na sede do Sesc em Foz do Iguaçu (Avenida Tancredo Neves, 222 – Vila A). Mais informações podem ser solicitadas por e-mail (sinsepareventos@gmail.com) ou na internet (http://www.sinsepar.com / http://portaldosecretariado.com.br).

      

Para ver o folder com a programação completa do evento, clique aqui.


Vem aí o 1° Festival Gastronômico do Pacu do Lago de Itaipu
28/10/2014 | 15h42

Venha saborear um delicioso peixe!

      

O Grupo Escoteiro Cataratas, de Foz do Iguaçu, promove o 1° Festival Gastronômico do Pacu do Lago de Itaipu. O evento é patrocinado pela Itaipu e acontecerá no dia 23 de novembro, na Paróquia São José Operário, na Avenida Tancredo Neves, 2211.

       

Os ingressos custam R$ 20 por pessoa e podem ser adquiridos no restaurante Massaria Palati (Avenida Garibaldi, 1448, Vila A) ou na Casa das Alianças (Avenida Brasil, 784, Centro). Mais informações pelos telefones (45) 9921-9956 ou (45) 9932-7673.


DA faz guia para melhorar processos
28/10/2014 | 15h21


Capa do guia, que pode ser baixado da Intranet. Clique aqui para acessar.
   
Agilizar o atendimento no exame médico periódico ou na Central de Cadastramento, economizar na compra de passagens ou padronizar a saída de materiais da usina são apenas alguns exemplos de como podemos aperfeiçoar os processos internos da empresa, repensando as nossas práticas.
        

Pedro Okano mostrou a experiência da Renault Brasil.

    
Para ajudar as áreas da Diretoria Administrativa (DA) a aperfeiçoarem seus procedimentos, a Assessoria de Planejamento e Coordenação (PC.AD) lançou o Guia Melhoria de Processos, na tarde dessa segunda-feira (27), no Auditório Integração. O evento reuniu os gestores da DA e os responsáveis pela formatação do guia. Eles também assistiram à palestra do supervisor da área de projetos da Renault Brasil, Pedro Okano, sobre a experiência da empresa no mapeamento de processos.
        
O guia, um encarte de 60 páginas feito em parceria com a Assessoria de Comunicação Social (CS.GB), reúne todo o procedimento para fazer a revisão de um processo e melhorá-lo. Foram impressas 100 unidades, mas o formato pdf pode ser baixado na intranet. As dicas podem ser aplicadas em todas as áreas.
             

Gestores da DA em peso. Diretoria está revendo cada um de seus processos.

     
“Às vezes, as pessoas pensam que para resolver um processo é preciso colocar mais pessoal ou informatizar, mas aí informatiza o processo errado”, ilustrou Andreia Moreira Camelo (PC.AD), coordenadora geral do projeto Priorização de Processos da Diretoria Administrativa (PPDA), do qual faz parte o guia.
        
De acordo com Andreia, o guia é o terceiro passo de um trabalho que começou em 2013 com, três objetivos. Os outros dois eram a criação de uma matriz de priorização de procedimentos e a capacitação dos empregados da área. Só com estes dois primeiros passos a produção do guia foi possível.
           

Para Andreia, não adianta informatizar a parte errada do processo, por exemplo.

     
Para criá-lo, foram realizados diversos encontros que analisaram um procedimento específico como, por exemplo, a emissão de passagens na Itaipu – após a aplicação das novas práticas, foi reduzido o tempo de espera para emissão da passagem e o custo delas em 15%.
   
“Nós vamos ao local para conhecer como é feito este trabalho. Então, sugerimos formas de melhorá-lo”, explicou Andreia. Outros três encontros, as chamadas semanas Kaizen, já estão marcadas para acontecer no RH, na Segurança Empresarial e nos Serviços Gerais ainda em 2014.
        
A cada 30 e 60 dias, a PC.AD vai fazer uma auditoria nas áreas que passaram pela revisão dos processos para avaliar se as melhorias recomendadas estão sendo seguidas. “As pessoas têm a tendência de voltar às práticas antigas. De nada adianta todo o trabalho se ele não for aplicado”, concluiu.

 

 


PRIMEIRA ANTERIOR 1 2... PRÓXIMA ÚLTIMA