SNPTEE: Vianna preside mesa técnica e comenta temas proeminentes da Itaipu

SNPTEE: Vianna preside mesa técnica e comenta temas proeminentes da Itaipu

13h45 - 25/10/2017


Vianna: “O nível dos informes [no 24º SNPTEE] demonstra que o profissional do setor elétrico está bastante preparado".

A terça-feira (24) foi um dia especial para a Itaipu no 24º Seminário Nacional de Produção e Transmissão de Energia Elétrica (SNPTEE), que começou no domingo (22) e termina nesta quarta-feira (25), no Expo Unimed, em Curitiba (PR). Foram sete trabalhos apresentados por engenheiros e técnicos da binacional no ciclo dos Informes Técnicos (IT) durante o dia, que ainda teve a participação do diretor-geral brasileiro, Luiz Fernando Leone Vianna, na presidência da mesa técnica e na mediação de painéis.

“Fiquei impressionado com a qualidade dos trabalhos”, ressaltou o diretor. “O nível dos informes demonstra que o profissional do setor elétrico está bastante preparado.” Segundo Vianna, o SNPTEE passou por um importante amadurecimento ao longo de suas 24 edições. “A seleção dos resumos que vieram para este evento são de extraordinário valor técnico, teórico e prático.”

Temas proeminentes

A agenda do diretor contemplou ainda uma visita ao estande da Itaipu no evento – considerado o maior do setor elétrico brasileiro. Além da oportunidade de trocar cumprimentos e rever importantes nomes ligados à geração e transmissão da energia no País, Vianna falou sobre temas proeminentes na atual conjuntura da usina binacional.

Um deles é a marca atingida no dia 19 deste mês: 75 milhões de megawatts-hora (MWh) gerados em 2017, a energia garantida prevista em contrato anual. Há 19 anos a Itaipu supera este número. Em média, a quantidade de energia entregue passa de 20%, o que equivale a 15,3 milhões de MWh superior ao contratual. “A Itaipu vende potência, conforme regido no anexo C do Tratado. Se o consumidor recebe mais energia do que ele paga pela potência, sai lucrando.”

Prevista para 2023, a revisão do Anexo C do Tratado de Itaipu, que define as bases financeiras e de prestação dos serviços de eletricidade, também esteve em pauta. “Aparentemente longe em relação aos 50 anos [de assinatura do Tratado], o assunto já permeia muitas discussões, pois trata de toda a área comercial e de suprimento de energia elétrica dos dois países”, disse Vianna. “A exceção tarifária da Itaipu deverá ser motivo de preocupação do governo brasileiro, mas tudo vai depender da negociação bilateral que será feita com Paraguai.”


O diretor-geral brasileiro aproveitou para rever e conversar com importantes nomes ligados à geração e transmissão da energia no Brasil.

O diretor também comentou o processo de modernização e atualização tecnológica de equipamentos e sistemas que operam desde 1984 na Itaipu. À época, era o que havia de mais moderno, mas, além de alguns equipamentos estarem chegando ao fim da vida útil, é necessária uma completa adaptação à tecnologia digital, o que já acontece parcialmente. A modernização dos equipamentos, com a troca de sistemas analógicos por digitais, será feita em torno dos dez anos. O investimento previsto é de U$ 500 milhões. “A modernização também vai exigir da estrutura organizacional perfis profissionais que estejam inseridos neste contexto digital”, afirmou.

O objetivo final de todo o projeto é garantir que os equipamentos da usina mantenham sua confiabilidade e seja assegurado o alto desempenho da hidrelétrica também nas próximas décadas. “Quanto mais energia produzida por Itaipu, menos o Brasil precisa recorrer ao uso de termoelétricas", destacou Vianna.


O DGB durante presidência de mesa técnica no 24º SNPTEE, nessa terça-feira (24).

Renovação

A tônica do 24º SNPTEE tem sido os avanços tecnológicos da era digital e a urgência do setor brasileiro em acompanhar este momento de transição de grandes empresas no âmbito nacional e internacional. Nesse sentido, o projeto de atualização e modernização da Itaipu será apresentado nesta quarta-feira (25), pelo superintendente adjunto de Engenharia, Jorge Habib Hanna El Khouri, durante painel técnico. A apresentação será às 13h50, como parte das ações do Grupo de Aspectos Empresariais e de Gestão Corporativa (GEC).

Geração em Jogo e tour virtual atraem visitantes para estande da Itaipu

Itaipu inicia rodada de apresentações no SNPTEE, em Curitiba

SNPTEE em Curitiba começa neste domingo (22) com ampla participação de Itaipu

 

 

Versão para impressão