Prefeitura vai recuperar estradas rurais de acordo com cronograma

Prefeitura vai recuperar estradas rurais de acordo com cronograma

08h19 - 08/02/2018

Fonte: Jornal do Oeste

O município de Toledo tem aproximadamente 1.700 quilômetros de estradas rurais. Uma parte já está asfaltada. No entanto, a população ainda sofre com o excesso de buracos e outros problemas em algumas localidades. Uma delas é a estrada de São Luiz do Oeste. Em contrapartida, a Prefeitura realiza investimentos e busca parcerias para proporcionar melhorias para toda a sociedade.

O secretário de Infraestrutura Rural Vilson André Silva (Chumbinho) explica que muitas estradas rurais foram danificadas devido ao intenso período de chuva registrado em 2017 e no início deste ano. “Elaboramos um cronograma de serviços que será realizado em diversas localidades de Toledo”.

Chumbinho comenta que a estrada de São Luiz do Oeste – principalmente nas proximidades do posto de combustível – deve receber o serviço de tapa-buraco ainda neste mês. Assim, como em Bom Princípio, Linha Guaçu, Linha Brasília, Linha São Paulo, Linha São João, Linha Gramado, Linha Klemann, Linha 14 de Dezembro, Cerâmica Prata, entre outros locais. “Dependemos da condição do tempo e do planejamento da Empresa de Desenvolvimento Urbano e Rural de Toledo (Emdur)”.

Para o profissional, as estradas rurais asfaltadas representam qualidade no escoamento da produção, facilitam o recebimento de produtos para as atividades agropecuárias e melhoram a trafegabilidade da população.

EMERGENCIAL

Neste momento a prioridade é o serviço emergencial, principalmente nas estradas utilizadas para o transporte escolar e para o escoamento da safra de grãos. Chumbinho afirma que existe um cronograma de serviço por região. Parte vai receber o cascalhamento e adição de pedra brita. Como exemplos, o secretário cita algumas estradas do distrito de São Luiz do Oeste e Linha Acaraí. Ele ainda enfatiza que a Secretaria tem como meta solucionar os problemas emergenciais entre 15 a 20 dias. “Para isso acontecer precisamos que o tempo continue colaborando conosco”.

Serviços emergenciais também serão realizados na região Km 41, São Salvador e Cerro da Lola, Linha Mandarina e Ouro Preto. Também deve iniciar a recuperação da estrada da Linha Boiko. “Contamos com o auxílio dos motoristas dos ônibus. Muitos nos ligam, informam o problema e buscamos solucioná-lo”.

ASFALTO

Para 2018, o secretário destaca que alguns locais estão contratados para receberem os serviços de asfalto, como nas Linhas Rio Toledo (antiga Linha Comin), Tigre, São João, São Miguel, Pasqualli e Canevi. “Nessas estradas, o município investe com 70% e os produtores com 30%”.

Além disso, recapes serão realizados em Ouro Preto e Boa Vista. Chumbinho ainda recorda a recuperação do asfalto de Cerro da Lola até Linha União, da Linha Tapuí, entre outras.

OUTROS CONVÊNIOS

Na oportunidade, o secretário ainda disse sobre as parcerias com o Governo do Estado do Paraná para as obras entre Toledo a Concórdia do Oeste e Vila Nova a Novo Sobradinho.

Também lembra o convênio firmado com a Itaipu Binacional para adequar as estradas rurais da região Sul que abrange Linha Mandarina e Chaparral. “Está prevista a colocação de pavimento poliédrico (pedra irregular). Serão em torno de 22 a 25 km”, afirma ao enfatizar que o município deve iniciar o processo licitatório em até 90 dias.

APOIO

De acordo com o secretário, a pasta procura oferecer suporte aos produtores rurais. “Aproximadamente 200 produtores rurais são atendidos por mês com serviços de máquinas nas propriedades e fornecimento de pedra brita para escoar a produção de frango, leite, suíno ou boi”.

Ele conclui que são ações que facilitam a trafegabilidade tanto do produtor como da população em geral. “São atividades que buscam o desenvolvimento do município de Toledo e proporcionam qualidade de vida ao morador”, finaliza.

Versão para impressão