Plano de Resíduos Sólidos de Santa Terezinha de Itaipu é apresentado em audiência pública

Plano de Resíduos Sólidos de Santa Terezinha de Itaipu é apresentado em audiência pública

16h43 - 07/02/2018

O relatório final para a elaboração do Plano de Resíduos Sólidos de Santa Terezinha de Itaipu foi apresentado em audiência pública no último dia 31, na Câmara de Vereadores. O trabalho foi feito com o apoio da Itaipu Binacional, Parque Tecnológico Itaipu (PTI) e Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Apresentação do relatório final para a elaboração do Plano de Resíduos Sólidos de Santa Terezinha de Itaipu. 

O plano é uma obrigação da Política Nacional de Resíduos Sólidos e prevê, para Santa Terezinha, investimentos de R$ 14,7 milhões em 20 anos. Neste valor estão incluídas ações relacionadas à gestão, reciclagem, operação e conscientização ambiental sobre os resíduos sólidos, divididas a curto, médio e longo prazo.

De acordo com o secretário de Agricultura e Meio Ambiente do município, Paulo Sérgio Ruppenthal, a elaboração do plano “faz com que os próximos gestores tenham a consciência que essa questão de resíduos é séria e deve ser levada à risca”. “O município já avançou muito, mas temos pontos a serem melhorados. E é isso o que o plano vai dizer para nós: o que temos que melhorar e onde temos que atuar”, completou.

Atualmente, Santa Terezinha conta com a Associação dos Catadores de Resíduos Recicláveis e/ou Reaproveitáveis de Santa Terezinha de Itaipu (Acaresti), que tem parceria com Itaipu (dentro do projeto Coleta Solidária) e já foi premiada por instituições e órgãos governamentais.  

Segundo Darlei Sauer de Souza, chefe da Divisão de Coleta Seletiva de Santa Terezinha de Itaipu, a execução do plano deve impulsionar ainda mais o serviço no município, melhorando a renda e a qualidade de vida dos catadores.

Além de Santa Terezinha, a parceria Itaipu/PTI/BNDES apoia outros 14 municípios na elaboração de planos de saneamento e de resíduos sólidos da região Oeste do Paraná. “O PTI e a Itaipu providenciam um apoio financeiro e técnico. Verificamos que na maioria das prefeituras a questão técnica é muito importante, tanto para a realização da contratação quanto para a execução dos trabalhos de desenvolvimento dos planos”, disse Renata Saviato Dias, engenheira sanitarista do PTI.

Próximos passos

Após a realização da audiência pública, uma cópia do Plano Municipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos deve ser entregue ao prefeito de Santa Terezinha de Itaipu, Cláudio Dirceu Eberhard, e posteriormente, protocolada na Câmara de Vereadores, para tornar-se Política Municipal de Resíduos Sólidos.

Versão para impressão