Parceria com Itaipu vai melhorar qualidade de vida no Oeste

Parceria com Itaipu vai melhorar qualidade de vida no Oeste

09h03 - 07/11/2017

A Secretaria de Estado da Família e Desenvolvimento Social e Itaipu Binacional firmaram nesta segunda-feira (06), em Curitiba, acordo que irá melhorar a qualidade de vida de famílias que vivem no Oeste do Paraná. A base de dados que identifica famílias em situação de vulnerabilidade irá auxiliar programas da empresa de eletricidade, em 53 municípios.

A secretária Fernanda Richa e o diretor-geral Brasileiro da Itaipu, Luiz Fernando Vianna, assinaram o acordo de cooperação técnica.

Esta é a primeira parceria firmada entre Itaipu e a Secretaria da Família. Para Fernanda Richa, o acordo vai reforçar o trabalho socioassistencial naquela região. “O trabalho vai beneficiar pessoas de baixa renda, em vulnerabilidade social, na área de atuação da Itaipu”, afirmou a secretária.

Vianna ressaltou que responsabilidade socioambiental é um compromisso do planejamento estratégico da Itaipu e envolve ações aos públicos interno e externo. “Entendemos a importância do trabalho realizado pela Secretaria. Pretendemos juntar as forças para atuar na região de influência de Itaipu. A secretaria nos ajuda a saber onde alocar os recursos”, explicou o diretor.

Os próximos passos são estabelecer programas de trabalho para cada ação específica. Entre as ações previstas, estão uma campanha de enfrentamento ao trabalho infantil, a organização de cooperativa de reciclagem e programa de moradia.

As informações compiladas pela Secretaria de Estado da Família vão subsidiar o planejamento, desenvolvimento e execução de programas de assistência social para atender famílias em risco social e situação de vulnerabilidade. Também terão foco nas políticas de garantias de direitos da Criança e do Adolescente, da Pessoa Idosa, da Pessoa com Deficiência e da Mulher.

DADOS – Os indicadores que balizam os projetos sociais desenvolvidos pela Secretaria da Família são desenvolvidos pelas equipes técnicas e levam em conta vários fatores específicos da área.

O Índice de Vulnerabilidade das Famílias (IVF-PR), por exemplo, foi desenvolvido para identificar e orientar a seleção das famílias que são incluídas no Família Paranaense, principal estratégia do Governo do Estado para a redução da pobreza e promoção das famílias. O sistema foi criado em parceria com o Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social (Ipardes), e os dados são gerados a partir do Cadastro Único dos Programas Sociais (CadÚnico).

O cálculo do índice considera 19 parâmetros, divididos em quatro áreas. São analisados pontos referentes à adequação do domicílio; ao perfil e à composição familiar; ao acesso ao trabalho e à renda; e à condição de escolaridade.

A Secretaria da Família também dispõe de ferramenta que permite saber quanto o Governo do Estado investiu em cada município. O novo sistema de informação é dinâmico e contém detalhes sobre os repasses financeiros e os locais onde estão instaladas todas as unidades socioassistenciais.

Os números podem ser acessados pelo site www.desenvolvimentosocial.pr.gov.br, a qualquer momento e sem burocracia. O sistema, formulado em conjunto com a Celepar, é atualizado mensalmente e permite uma visão específica sobre as ações socioassistenciais de forma segmentada, mostrando cada serviço.

Fonte: AEN

Versão para impressão