Painel Oeste 2030 e os ODS apresenta diagnóstico de Marechal Cândido Rondon

Painel Oeste 2030 e os ODS apresenta diagnóstico de Marechal Cândido Rondon

11h38 - 13/04/2018

Helio Cury apresentou as ações e investimentos da Itaipu na região Oeste. 

Um diagnóstico situacional da cidade de Marechal Cândido Rondon, elaborado pela equipe responsável pelo Relatório de Desenvolvimento Humano Brasil do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), foi apresentado na última terça-feira (10), durante o Painel Oeste 2030 e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). O tema do encontro, realizado na sede da Associação Comercial e Empresarial de Marechal Cândido Rondon (Acimacar), foi Cooperação, Sinergia, Conhecimento e Inovação.

A iniciativa, da qual participaram representantes de empresas e do poder público de diversas cidades da região, faz parte da agenda do acordo de cooperação técnica entre o PNUD e a Itaipu Binacional que tem como objetivo divulgar os ODS nos municípios do Programa Oeste em Desenvolvimento. 

A binacional foi representada por Hélio Cury, assistente da diretoria de Coordenação. Também participaram o secretário de Indústria, Comércio e Turismo de Marechal Cândido Rondon, Sérgio Marcucci, o presidente da Acimacar, Gerson Froehner, e a representante do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), Talita Aquino.

Além de palestras, o evento também teve debates entre os participantes.

O painel foi uma promoção do Conselho Municipal de Desenvolvimento Econômico e Social (Codemar), com o apoio da Prefeitura Municipal e Associação Comercial e Industrial de Marechal Cândido Rondon.

Retrato municipal

Iniciando o painel, Talita Aquino fez uma explanação sobre o Projeto Oeste 2030: Cooperação para o Desenvolvimento Sustentável, que fomenta a construção de Agenda de Atuação Conjunta nos 54 municípios da região. 

Em seguida, foi apresentado o diagnóstico, com mais de 80 indicadores municipais em áreas como Desenvolvimento Humano, Saúde, Segurança, Educação, Economia, Energia e Representação Política, entre outros. Os resultados estarão disponíveis em uma plataforma online com lançamento previsto para o próximo semestre. 

“Este material servirá como ferramenta para formulação de políticas públicas, além de nortear ações privadas, mobilizar a sociedade civil e identificar prioridades do município de maneira coletiva e integrada estimulando a participação da sociedade civil organizada para que sejam alcançados os ODS”, destacou Talita Aquino.

Também foram apresentadas as práticas do município que receberem o Selo Sesi ODS no ano passado. A premiação da FIEP reconhece instituições que possuem ações para o alcance dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. 

Versão para impressão