Novos modelos elétricos têm autonomia de 400 quilômetros

Novos modelos elétricos têm autonomia de 400 quilômetros

09h15 - 29/11/2017

Veículos modelo Zoe chegaram à usina na última sexta-feira e agora passarão por inspeção técnica e adequações às normas nacionais.

A frota de veículos sustentáveis de Itaipu Binacional vai ganhar o reforço de mais 20 modelos elétricos Zoe, fabricados pela montadora francesa Renault. Os carros, com autonomia de 400 quilômetros, chegaram a Foz do Iguaçu no final da semana passada e a expectativa é que eles sejam distribuídos às áreas até fevereiro.

Antes, os veículos serão adesivados e passarão por inspeção técnica e ajuste às normas brasileiras – por exemplo, a instalação de decalques com o número do chassi nos vidros. Esse trabalho está sendo conduzido pela equipe da Assessoria de Mobilidade Elétrica Sustentável (AM.GB), que coordena o Programa Veículo Elétrico (VE).

Alvino Lugo e Márcio Massakiti, ao lado dos novos Zoes. Itaipu quer ampliar frota de veículos com baixa emissão.

Depois, a Divisão de Transportes (SGST.AD) fará o processo de licenciamento e emplacamento e o estudo de alocação. A ideia é que eles substituam os antigos Pálios Weekends elétricos.

O engenheiro Márcio Massakiti (AM.GB) explicou que os novos modelos têm quase o dobro da geração anterior de Zoes e vão ajudar o Programa VE nos estudos sobre consumo, comportamento do usuário e impacto dos veículos na rede elétrica – entre outros.

Novos modelos elétricos da Renault têm autonomia de 400 quilômetros, quase o dobro da geração anterior.

A frota atual de Itaipu conta com 267 veículos, distribuídos da seguinte maneira: 109 flex (álcool e gasolina), 71 a biometano, 56 elétricos (emplacados), 30 a diesel e um híbrido. Essa relação não inclui alguns protótipos de pesquisa ou modelos utilizados no sistema de compartilhamento – como os compactos Twizy. No total, circulam pela usina em torno de cem veículos elétricos.

O gerente da SGST.AD, Alvino Antonio Lugo, disse que a intenção de Itaipu, para os próximos anos, é fazer com que a frota da empresa seja composta por 100% de veículos de baixa emissão.

Versão para impressão