"Na moral, na moral": ao som de Jota Quest, mais de duas mil pessoas celebram os 2,5 bilhões de MWh da Itaipu

"Na moral, na moral": ao som de Jota Quest, mais de duas mil pessoas celebram os 2,5 bilhões de MWh da Itaipu

11h54 - 24/11/2017


Foi "extremamente fácil" se divertir na festa de fim de ano da margem esquerda da Itaipu, que exaltou a marca de 2,5 bilhões de MWh alcançada nesta semana.

“Com a Itaipu não tem blecaute”, brincou Rogério Flausino, vocalista do Jota Quest, antes de iniciar os primeiros versos de Blecaute, um dos sucessos mais recentes da banda, na noite dessa quinta-feira (23), no Rafain Palace Hotel, em Foz do Iguaçu. O bom humor e a energia do grupo mineiro combinaram perfeitamente com o clima da festa de confraternização da margem esquerda da Itaipu, que reuniu 2,3 mil pessoas celebrando mais um ano de trabalho bem-sucedido, marcado pelo alcance do patamar de 2,5 bilhões de MWh acumulados durante os 33 anos e meio de operação da usina.

Um período de muito trabalho que, como diz uma das letras do Jota Quest entoada a plenos pulmões no Rafain, representam “Dias que não deixaremos para trás”. Colegas e convidados comemoraram ao som de hits como Na moral, Dias Melhores, O Sol e Além do Horizonte – entre vários outros. Além do pop rock da banda liderada por Flausino, quiosques com comida e bebida à vontade, o ambiente decorado com o tema dos 2,5 bi – no qual o bate-papo rolou descontraído – e o som comandado por DJ resultaram em uma festa que, “Na moral, na moral”, deve entrar para a história.

“Os empregados são os grandes responsáveis pela excelência de Itaipu. Pensamos numa festa para eles, sem discursos ou formalidades”, afirmou o diretor-geral brasileiro, Luiz Fernando Leone Vianna.


Rebecca Montanheiro, Luiz Fernando Leone Vianna, Patrícia Iunovich e Rogério Flausino: Itaipu e Jota Quest com a mesma energia.

A confraternização mais informal, que dispensou mesas e bufê, foi aprovada. “Tenho 32 anos de Itaipu. Nunca participei de uma festa tão alegre, alto astral, divertida e jovial. Obrigada”, agradeceu Soraide Nogueira (PC.AD).

Segundo a chefe da Assessoria de Comunicação Social da Itaipu (CS.GB), Patrícia Iunovich, que coordenou a equipe organizadora do evento, o que se buscava era justamente este espírito descontraído. “Nossa proposta era fazer uma festa acolhedora”, afirmou.

A gerente da Divisão de Relações Públicas (CSRP.GB), Rebecca Montanheiro, explicou que as escolhas da banda e das comidas e bebidas ao estilo food truck foram feitas de acordo com a atual característica do corpo funcional. “Hoje, o perfil do quadro de empregados é mais jovem. A ideia era fazer uma festa para agradá-los.”

No bis, Flausino voltou para o palco com a camiseta dos 2,5 bi, o que mostrou também a sintonia do cantor com o espírito da festa. O Jota Quest já fez várias apresentações em Foz e, por isso, o vocalista até brincou: disse que vai acabar se mudando para a cidade, acrescentando ainda que ficou muito feliz pela fato de a banda ter sido escolhida para animar a confraternização da IB. "Foi na moral.”


A banda apresentou seus principais hits e esbanjou simpatia diante da uma plateia formada por colegas de Itaipu e convidados.

Integração


O ambiente descontraído foi um dos pontos altos da festa.

Puxando pela memória, Valdir Antônio Ferreira (AS.GB) disse que as últimas festas semelhantes ocorriam na época do antigo Floresta Clube, há mais de 20 anos. “Nesse formato, com todos os empregados e sem formalidades, ocorre a verdadeira integração. Nos últimos anos éramos divididos por área”, disse.

Anthony Cidral (OPUO.DT) destacou a animação. “Ainda não tinha vindo numa festa deste gênero, em um ambiente descontraído, onde o assunto ‘trabalho’ nem passa pela cabeça. Não poderia ser melhor.” Opinião semelhante é a de Cristiane Fraga Pimenta (OP.DT). “Esta festa está a cara desta nova Itaipu. Estamos super à vontade.”

Para Paulo Henrique Guerra (ECE.BR), a festa foi boa para rever colegas. “Sempre cobrávamos uma confraternização com todas as diretorias. Desta vez aconteceu.”

Segundo Enzo Figueiredo (MAPE.CD), o ambiente descontraído chamou a atenção. “A impressão é que a empresa está realmente olhando para o empregado, propondo um espaço informal e leve.”

Alessandra dos Santos (AS.GB) resumiu em duas palavras: “Delícia. Despojada.”

Customização


Juliana Castanhel Oliveira (SGSS.AD) e família: energia vibrante da festa.

As camisetas alusivas aos 2,5 bilhões de MWh foram uma atração à parte. As mulheres arrasaram na customização, cada uma do seu jeito. Juliana Castanhel Oliveira (SGSS.AD) buscou inspiração na própria usina para enfeitar a dela: muita luz. “O que é Itaipu? Luz, Sucesso, 2,5 bilhões.”

Curitiba

Na próxima terça-feira (28), a comemoração será com o pessoal que trabalha em Curitiba, onde a animação ficará por conta do cantor e compositor Arnaldo Antunes, ex-Titãs.

Baixe e compartilhe suas fotos

As fotos da festa feitas pelos fotógrafos da Divisão de Imprensa (CSIM.GB) estão disponíveis em um link do Disco Virtual de Itaipu: https://discovirtual.itaipu.gov.br/index.php/s/IrwZEBR77gko0mM (abra com os navegadores Chrome ou Mozilla). Para quem for compartilhar fotos nas mídias sociais (tanto as próprias como as da CSIM.GB), um pedido: use as hashtags #itaipu2bilhoesemeio e #essaenergiaenossa.

Veja mais imagens

O JIE Publicou

#itaipu2bilhoesemeio: suas fotos na confraternização da empresa

Versão para impressão