Não alimente os peixes! MAR.CD expõe os riscos da atitude no Canal da Piracema

Não alimente os peixes! MAR.CD expõe os riscos da atitude no Canal da Piracema

12h03 - 20/10/2017


Alimentação artificial é prejudicial aos cardumes e atrai predadores.

O Departamento de Reservatórios e Áreas Protegidas (MAR.CD) faz um alerta sobre os riscos de uma atitude aparentemente inofensiva: alimentar os peixes no Parque da Piracema. "Todos gostam da natureza, mas às vezes as boas intenções, por desconhecimento, prejudicam mais do que ajudam", afirmou Carla Canzi, gerente do MAR.CD.

Confira abaixo o texto enviado pela área e colabore!

"Observar os peixes no Canal da Piracema sempre foi uma atividade muito comum na rotina da Itaipu. Quem passa pela rodovia Tancredo Neves, na altura do Almoxarifado, quase sempre pode ver funcionários, terceirizados e visitantes sobre a ponte de acesso ao mirante do Canal, observando os cardumes no lago principal. As pessoas gostam tanto que, usualmente, alimentos são utilizados para atrair os peixes, como pão, bolachas ou mesmo ração.

Ocorre que a recomendação de "nunca alimentar animais silvestres" vale também para os peixes. Neste caso, há pelo menos três bons motivos:

1. Nossos alimentos não são adequados à saúde dos animais e o consumo pode causar desequilíbrios nutricionais, intoxicação e até mesmo a morte de peixes;

2. O fornecimento constante de alimento "domestica" os animais, alterando seu comportamento natural, o que pode torná-los sedentários e vulneráveis;

3. A constante concentração de cardumes nos mesmos locais atrai predadores, dentre eles, os jacarés. Como a parte central do Canal Itaipu, incluindo o Lago Principal, é área de treino dos atletas da canoagem e do projeto Meninos do lago, é prudente evitar qualquer atividade que possa atrair animais que ofereçam risco aos esportistas.

Diante destas razões, o Departamento de Áreas Protegidas pede a todos os colaboradores da Itaipu que contribuam para o equilíbrio ambiental e a segurança de quem trabalha e treina no Parque da Piracema. Não alimente os peixes! A recomendação também vale para a fauna terrestre".

Versão para impressão