Mutirão com crianças e idosos faz limpeza nas margens da faixa de proteção

Mutirão com crianças e idosos faz limpeza nas margens da faixa de proteção

16h13 - 13/11/2017


De televisores a bicicleta: itens encontrados nas margens da faixa de proteção causa grande impacto ao meio ambiente.

Cerca de 50 pessoas participaram, na última sexta-feira (10), de uma coleta de lixo às margens da faixa de proteção do reservatório de Itaipu, como uma das atividades do Programa Encontros e Caminhos, desenvolvido pela Itaipu, Conselho dos Municípios Lindeiros e prefeituras. A ação foi nos arredores do distrito e da prainha de Porto Mendes, em Marechal Cândido Rondon. O local fica na divisa entre Pato Bragado e Mercedes e é alvo de lançamento irregular de refugos.


Participantes da ação posam para foto em cima do caminhão parado para recolhimento do entulho: conscientização ambiental na prática.

Na sexta-feira, a quantidade de resíduos recolhidos foi suficiente para lotar a caçamba de um caminhão truck. Duas semanas antes Itaipu havia removido a parte "mais pesada" do entulho na mesma área, incluindo itens como pneus. Na ocasião, foram encontrados mais de dez quadros de bicicleta. “Esta ação de sexta foi para fazer a coleta mais ‘fina’. Aproveitamos para fazer um trabalho educativo com as crianças para conscientizá-las do impacto que cada depositário deixado lá pode ter na natureza. Falamos sobre o tempo de decomposição do plástico e como até pequenos recipientes podem se tornar criadouros de mosquito da dengue”, disse Edino Krug, da Divisão de Áreas Protegidas de Itaipu (MARP.CD).

Participaram da atividade alunos do 8º e 9º anos da Escola do Campo de Porto Mendes, integrantes do grupo de idosos “Saúde Nota 10” e representantes da Vigilância Sanitária, da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente de Marechal Cândido Rondon e da Itaipu Binacional.

Veja mais fotos do colega Edino Krug na ação:

 

Versão para impressão