Mas bah! Famílias gaúchas se encontram no plantio dos 15 anos

Mas bah! Famílias gaúchas se encontram no plantio dos 15 anos

17h36 - 11/05/2018

Quinze anos unem as histórias dos gaúchos Marlos Fischer, Michel Calcagno, Maurício Marques e Evandro Goldschmid à história da Itaipu. Eles chegaram juntos, deixaram os familiares no Rio Grande do Sul e criaram as suas próprias famílias em Foz do Iguaçu. E, nesta sexta-feira (11), os quatro se uniram aos outros colegas que plantaram a árvore no Bosque do Trabalhador, marcando os 15 anos de crachá-vermelho.

Os empregados com 15 anos de casa levaram as crianças ao Bosque do Trabalhador de Itaipu.

“Nós viramos uma família aqui. O Marlos é meu padrinho de casamento e eu sou padrinho do filho dele. Estamos longe de nossa família de origem, mas criamos outra em Foz”, explica Michel Fischer que, assim como Marlos, Mauricio e Evandro, trabalha na Divisão de Manutenção de Equipamentos de Geração (SMMG.DT).

Michel foi acompanhado pela esposa Mônica e os filhos Arthur, 5 anos, e Lívia, 3 meses. 

Os quatro fizeram a escola técnica de eletromecânica no Cefet de Pelotas (RS) e passaram no mesmo concurso da Itaipu. Além deles, o colega Jeferson de Quadros também integra a turma dos gaúchos. Ele começou a trabalhar na SMMG.DT mas, desde 2007, está na Divisão Regional de Serviços Gerais – Curitiba (SGSR.AD), e não conseguiu participar do plantio.

A esposa Aricelly e a filhota Isis, 2 anos, ajudaram o Maurício a plantar a árvore.

“É uma vida aqui dentro. A gente chegou muito jovens, solteiros e sem maturidade”, acrescenta Maurício Marques. “Hoje, cada um está casado, com seus filhos. Construímos uma vida na Itaipu e vamos terminar nossa carreira na empresa”. 

A Denise e o filho Henrique, 12 anos, acompanharam o plantio de Marlos.

Para Marlos é um momento de muita emoção unir a primeira e a segunda família em um dia especial. A esposa, a administradora Denise Fischer, também estava emocionada ao participar do plantio do marido. “Eu o acompanho estes anos todos, ele sempre acordou cedo e se dedicou. Estamos muito felizes por ele”, disse Denise.

Evandro teve o apoio da esposa Fabiane e do filho Felipe de 2 anos. 

Já Evandro diz ser uma alegria ver que Itaipu valoriza os 15 anos dos empregados. “Ficamos mais tempo aqui do que em nosso local de origem”, disse ele, que é deVale do Sol (RS), mas também faz parte dos alunos do Cefet de Pelotas.

Reconhecimento merecido

O chefe da Assessoria de Planejamento Empresarial (PE.GB), Daniel de Andrade Ribeiro, também levou a família para acompanhar o plantio de 15 anos. “Tenho muito orgulho e compromisso com esta empresa. Cheguei para ficar um ano e estou há 15. Fui acolhido e muito bem recebido”, afirmou.

A família do Daniel - a esposa Larissa e a filha Aline, 20 anos - também esteve no Bosque.

“Passa um filme pela cabeça. Começa a lembrar do primeiro dia e tudo que passamos. É muito emocionante”, completa Gilmar Piolla, hoje cedido da Itaipu à Secretaria de Turismo de Foz do Iguaçu. “No momento eu cumpro uma missão empresarial, fora de Itaipu, mas tenho uma relação muito intensa com a empresa para a qual, um dia, devo voltar”. 

A filhota Valentina, o filhão Matteo e a esposa Renata acompanharam Gilmar Piolla no plantio.

O diretor-geral brasileiro de Itaipu, Marcos Stamm, participou das homenagens do plantio de 15 anos. Ele também estará no jantar, na noite desta sexta-feira (11), no Rafain Palace Hotel, que reunirá empregados de 15, 30, 35 anos de casa e os recém-aposentados. “Eles dedicam a vida à Itaipu e fazem com competência suas tarefas. Por isso, é muito importante a empresa reconhecer e valorizar este trabalho”.

Versão para impressão