Jovem do PIIT vai representar o Brasil em Mundial de Muay Thai, no México

Jovem do PIIT vai representar o Brasil em Mundial de Muay Thai, no México

14h33 - 05/03/2018


Alisson Cristiano Machado, 16 anos, atleta de muay thai e integrante do PIIT, é convocado para o campeonato mundial do esporte em Cancún, no México.

O jovem do PIIT Alisson Cristiano Machado, 16 anos, vai representar o Brasil no Campeonato Mundial de Muay Thai, de 10 a 19 de maio, em Cancún, México, na categoria masculino júnior até 86 quilos. Alisson, que é lotado na Divisão de Almoxarifado (MTAA.DF) também fará parte da Seleção Brasileira de Muay Thai, em caráter permanente. "Eu estou extremamente feliz em participar do mundial. Estou até um pouco nervoso," confessou o jovem.

No dia 4 de fevereiro, o jovem atleta venceu o 1º Campeonato Estadual de Muay Thai de Santa Catarina, disputado em Balneário Camboriú (SC). Tanto a conquista da medalha quanto da convocação se deram com pouco mais de um ano após o Alisson ter começado os treinos.

Crescimento pessoal

O objetivo de Alisson, ao entrar na academia, era mais com a saúde do que se destacar no esporte. Mas ele acabou descobrindo seu potencial para a arte marcial do muay thai. "Eu nunca imaginei participar de mundiais. A expectativa é grande. Este é um evento muito importante e de muita responsabilidade”, destacou.


Com pouco mais de um ano de treino, Alisson, da Divisão de Almoxarifados (MTAA.DF), também foi convidado a integrar a Seleção Brasileira do esporte.

Para o atleta, a prática do esporte contribuiu para o seu crescimento pessoal. “Eu gosto da filosofia que o muay thai ensina. [A academia] é um lugar bom, de paz. Você se esquece do mundo a partir do momento em que entra no tatame”, finalizou.

Orgulho

De acordo com Paulo Arce, professor de muay thai de Alisson, o atleta é um dos primeiros iguaçuenses a ser convocado para um mundial. “Para mim é uma satisfação ter o nome do Alisson em uma convocação da seleção brasileira. Isso é muito importante tanto para ele quanto para mim e para a academia. É uma honra tê-lo na seleção brasileira,” avaliou o professor.


O atleta (à esq.) e o professor de muay thai Paulo Arce vão intensificar os treinos até mundial.

Quem também tem orgulho do atleta é o coordenador do PIIT, Vinicius Ortiz de Camargo, da Divisão de Seleção e Acompanhamento de RH (RHDA.AD). “O esporte ajuda o jovem a amadurecer e a desenvolver algumas habilidades para entrar no mercado de trabalho. Eu acredito que a principal conquista do Alisson não é a medalha, mas a disciplina e o foco em função de uma meta,” afirmou Ortiz.

“Há outros PIITs que fazem atividades esportivas e, isso, historicamente, sempre foi valorizado na Itaipu, partindo dos próprios supervisores. Isso acaba sendo uma motivação para outros adolescentes se espelharem,” completou o coordenador.

Foco nos treinos

Segundo o treinador de Alisson, as expectativas são boas para o mundial. Mas como expectativa não ganha nada, o atleta intensificou o treinamento na preparação física e técnica, com foco no campeonato. “Esses meses que antecedem o mundial serão de trabalho total: baixar o peso e fazer um trabalho consistente para ele chegar ao mundial com uma forma física e técnica excelente," explicou Arce.

O JIE publicou

PIIT conquista medalha de ouro em campeonato estadual de muay thai

Versão para impressão