Itaipu entrega distribuidores de dejetos a produtores de Matelândia

Itaipu entrega distribuidores de dejetos a produtores de Matelândia

12h06 - 19/06/2017

Assinatura do termo de repasse dos equipamentos que vão beneficiar cerca de cem famílias da área rural de Matelândia.

A Itaipu Binacional e a prefeitura de Matelândia repassaram quatro distribuidores de dejetos para produtores rurais que vivem na área da microbacia do Rio Barreirão, área rural do município. Cerca de cem famílias das comunidades de Barreirão e Ouro Verde foram beneficiadas.

A cerimônia ocorreu na última terça-feira (13), com a participação do prefeito de Matelândia, Rineu Menoncin, o Teixeirinha; o secretário municipal de Agricultura e Meio Ambiente e coordenador do Comitê Gestor de Bacias de Matelândia, Toniel Garcez Junior; e os representantes da Diretoria de Coordenação da Itaipu Binacional: o assistente Gilmar Secco, o assessor Sergio Oliveira e os gestores de bacia Meron Haliski e Rubens Andre.

A capacidade dos distribuidores de dejetos líquidos que foram entregues na região é de 4 mil litros cada um.

Os distribuidores de dejetos sólidos poderão carregar 6 mil litros cada um - uma ajuda e tanto para a comunidade.

São dois distribuidores de dejetos líquidos, com capacidade de 4 mil litros cada um, e dois de dejetos sólidos, com capacidade de 6 mil litros. O investimento foi de R$ 84,5 mil. Um jogo será agregado à Patrulha Rural do município e outro destinado exclusivamente à microbacia do Rio Ribeirão.

Gilmar Secco explicou que a gestão dos equipamentos será feita pelos próprios produtores. Eles poderão pagar uma pequena taxa pelo uso e os recursos serão revertidos na manutenção do sistema – que ajuda na fertilização da lavoura.

De acordo com Secco, os distribuidores foram adquiridos por meio de convênio assinado em 2015 entre Itaipu e a prefeitura. O acordo, que tem validade de três anos, prevê investimentos de R$ 1,7 milhão no município – sendo 52,98% desse valor de recursos repassados pela usina.

Comunidade poderá fazer a gestão do uso dos equipamentos. Convênio com a Itaipu possibilitou o repasse.

Entre as ações previstas, estão adequação de estradas, recuperação de nascentes, terraceamento e construção de abastecedouros e cisternas urbanas e rurais.

No mesmo dia, os representantes de Itaipu e da prefeitura discutiram a pactuação de novas metas dentro do convênio. O objetivo é a aplicação de recursos de forma coordenada e estratégica, para beneficiar a comunidade e contribuir para a promoção de ações sustentáveis.

Versão para impressão