Paulo Pedrosa abre seminário sobre gestão ambiental no setor elétrico, nesta quinta-feira (30)

Paulo Pedrosa abre seminário sobre gestão ambiental no setor elétrico, nesta quinta-feira (30)

08h14 - 28/11/2017

O conselheiro da Itaipu Binacional e secretário executivo do Ministério de Minas e Energia (MME), Paulo Pedrosa, será um dos participantes do painel de abertura do seminário "O futuro da relação: meio ambiente e setor elétrico”, nesta quinta-feira (30), às 14 horas, no Cineteatro dos Barrageiros, na usina. Promovido pelo Fórum de Meio Ambiente do Setor Elétrico (FMASE), em parceria com a Itaipu, o seminário vai até sexta-feira (1º) e reunirá cerca de 220 pessoas, entre especialistas e profissionais interessados em temas relacionados à gestão ambiental em empresas do setor elétrico.

Ao lado de Pedrosa estarão os diretores-gerais da Itaipu, Luiz Fernando Leone Vianna (Brasil) e James Spalding (Paraguai); o presidente do Fórum de Associações do Setor Elétrico (Fase), Mario Menel da Cunha; o presidente do FMASE, Enio Marcus Brandão Fonseca; e o presidente da Associação Brasileira de Entidades Estaduais de Meio Ambiente (Abema), Luiz Tarcisio Mossato Pinto – entre outras autoridades e representantes de instituições.

O secretário

Pedrosa tem vasta experiência no setor, com passagens por Eletronorte e Chesf, do sistema Eletrobras. Entre 2001 e 2005, foi diretor da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

No Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), foi conselheiro, posição que também ocupou no Conselho de competitividade do Plano Brasil Maior e no Conselho das Indústrias Reguladas da Associação Comercial do Rio de Janeiro. No setor privado, foi conselheiro da Equatorial Energia, da Cemar e da Light.

Com graduação pela Universidade de Brasília (UnB), Pedrosa tem especialização em turbinas hidráulicas e projetos de Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCHs), além de MBA pela Fundação Instituto de Administração (FIA-USP).

Foi professor dos cursos de MBA em Energia do IBMEC-Rio e da FGV-SP, e da Pós-Graduação em Direito da Energia da Universidade Cândido Mendes.

Em maio de 2016 foi nomeado secretário executivo do MME pelo ministro titular da pasta, Fernando Coelho Filho. Em março de 2017, por determinação do presidente da República, Michel Temer, foi nomeado conselheiro da Itaipu Binacional.

Sustentabilidade do setor elétrico

Por meio do seminário, o objetivo da Itaipu e do FMASE é mostrar a sustentabilidade do setor elétrico para toda a sociedade, com destaque para as melhores práticas socioambientais desenvolvidas pelas empresas do ramo.

“Teremos especialistas do Brasil e do exterior, autoridades dos principais setores que lidam com essas questões, em debates de alto nível”, ressalta o presidente do FMASE, Enio Marcus Brandão Fonseca. “Nosso temário inclui tecnologia, matriz energética, geração de renda, licenciamento ambiental, gestão de recursos hídricos e qualidade de vida.”

Segundo Fonseca, o seminário vai expor os ajustes que precisam ser feitos para dinamizar o setor, especialmente em relação às questões de regulação ambiental, que têm sido percebidas como um entrave ao desenvolvimento. “Vamos tratar de aspectos estratégicos e mostrar iniciativas de sucesso, como os cases da Itaipu Binacional, de Belo Monte e da colombiana ISAGEN”, afirmou.

O evento será dividido em duas partes. No primeiro dia, na quinta-feira (30), serão promovidos painéis com os temas “Matriz Energética – Oportunidades para o setor”, “Desafios do Licenciamento Ambiental” e “Gestão Social, Desenvolvimento Regional e Tecnologia”. As mesas serão compostas por especialistas do Brasil e do exterior. Ao fim do dia, em um coquetel no Mirante Central da Itaipu, será lançado o livro “O Setor Elétrico e o Meio Ambiente”, cuja edição foi coordenada pelos especialistas Adriana Coli e Pedro Dias, do FMASE.

A programação do segundo dia, na sexta-feira (1º), prevê uma visita à usina hidrelétrica de Itaipu e uma apresentação sobre projetos socioambientais mantidos pela empresa na região.

Clique aqui para ver a programação completa.

Versão para impressão