Itaipu apresenta tecnologias inovadoras no Smart City Expo Curitiba 2018

Itaipu apresenta tecnologias inovadoras no Smart City Expo Curitiba 2018

16h01 - 30/01/2018

Soluções inteligentes para as cidades do futuro, com redução de impactos ambientais e melhor aproveitamento de recursos naturais e energéticos, estão entre os principais temas a serem discutidos durante o Smart City Expo Curitiba 2018. Cinco mil pessoas são esperadas para a edição brasileira do maior evento do mundo sobre cidades inteligentes, que será realizado nos dias 28 de fevereiro e 1º de março, no Expo Renault Barigui.

Alinhada com esses temas, a Itaipu Binacional, uma das organizações parceiras do evento, vai apresentar alguns de seus projetos de maior impacto no campo da produção de energia limpa e renovável, bem como na mobilidade elétrica.

“Pelo que se observa na área de energia em todo o mundo, está em curso uma grande transformação nos modelos de produção e distribuição de energia, partindo para fontes renováveis e um modelo descentralizado, com a geração junto ao consumo, como no caso da fonte solar e do biogás”, explica o superintendente de Energias Renováveis da Itaipu, Paulo Schmidt. 

Há quase 10 anos, a Itaipu, em parceria com diversas instituições, vem estimulando na Região Oeste do Paraná a produção de energia a partir do biogás, que é obtido com o tratamento de dejetos da agropecuária. Essa fonte energética pode ser utilizada tanto para a produção de eletricidade como para energia térmica ou veicular. Além de eliminar a produção de gases efeito estufa, o processo tem como subproduto o biofertilizante.


Usina de biometano e painéis solares na Itaipu.

Esse sistema já é utilizado em cooperativas, agroindústrias e granjas dedicadas à suinocultura e à pecuária de leite. E o mesmo sistema pode, também, ser aplicado no tratamento de esgotos urbanos, transformando um problema (a poluição) em solução (energia limpa e renovável). “A tecnologia vai ter um papel cada vez mais determinante e as cidades tendem a se beneficiar disso à medida que perceberem e incorporarem essas mudanças”, completa Schmidt.

Veículos elétricos

A Itaipu também vem atuando há uma década anos na pesquisa e desenvolvimento de veículos elétricos, bem como no armazenamento de energia (baterias), componente que é essencial para a disseminação desse tipo de tecnologia. A binacional, inclusive, acaba de inaugurar o Centro de Pesquisa, Desenvolvimento e Montagem de Veículos Elétricos (CPDM-VE), com mais de 3 mil metros quadrados de área construída e que conta com laboratórios, oficinas, ferramentaria e showroom, entre outros espaços voltados à pesquisa e inovação.

Entre os projetos que serão desenvolvidos no centro estão a segunda geração da bateria de sódio com tecnologia nacional, em parceria com a Fundação Parque Tecnológico Itaipu (FPTI); sistemas inteligentes de armazenamento de energia, com aplicação em áreas isoladas; e soluções para gestão de energia e mobilidade.


Novo centro de pesquisa e desenvolvimento de veículos elétricos.

“As cidades inteligentes colocam a tecnologia da informação e a comunicação a serviço da comunidade para melhorar a qualidade de vida de seus habitantes. Nesse contexto, os veículos elétricos representam uma forte contribuição para os objetivos das cidades inteligentes, pois incorporam tecnologias inovadoras, de fácil integração, além de serem eficientes e reduzirem impactos ambientais”, afirma Celso Novais, chefe da Assessoria de Mobilidade Elétrica Sustentável de Itaipu.

Desde 2007, o projeto Veículo Elétrico viabilizou a montagem de diversos veículos movidos à eletricidade, desde automóveis a até mesmo um avião, passando por utilitário, ônibus e caminhão. Diversos carros montados na Itaipu são utilizados por empresas do setor elétrico e pela própria usina, viabilizando testes de carga na rede elétrica. Além de contar com vários automóveis elétricos em sua frota, a Itaipu também vem desenvolvendo projetos de compartilhamento e monitoramento de veículos elétricos. 

Inscrições e programação

As inscrições para o Smart City Expo Curitiba 2018 já podem ser feitas. A área da feira poderá ser visitada de maneira gratuita, mediante cadastro no site www.smartcityexpocuritiba.com. Já para a área de congresso, é necessário realizar a inscrição e comprar o passaporte para os dois dias. 

O Congresso do Smart City Expo Curitiba 2018 reunirá 18 palestrantes internacionais e 36 palestrantes do Brasil. Os debates ficarão concentrados em quatro temas: Tecnologias Disruptivas, Governança, Inovação Digital e Cidades Sustentáveis do Futuro. 

A programação com temas detalhados e horários foi lançada pela FIRA Barcelona na última semana. As palestras abordarão temas relacionados à inovação em cidades, envolvimento governamental, participação da população em políticas públicas e serviços, economia sustentável, inclusão social, promoção de startups e desenvolvimento de ambientes urbanos sustentáveis, gestão inteligente de recursos, aplicabilidade de soluções tecnológicas e sustentáveis, entre outros. 

Também estarão em debate a utilização e a aplicação de tecnologias emergentes que podem transformar as cidades, como indústria 4.0, big data, internet das coisas, robótica, blockchain, inteligência artificial e realidade virtual. 

O valor do primeiro lote de ingressos para o Congresso é de R$ 900 até o dia 31 de janeiro, de R$ 1.200 entre os dias 1º e 27 de fevereiro e de R$ 1.500 durante os dois dias do evento. Estudantes pagam meia entrada mediante comprovação.

Inscrições e programação: https://www.smartcityexpocuritiba.com/

Sobre o Smart City Expo Curitiba 2018

O Smart City Expo Curitiba (www.smartcityexpocuritiba.com) será a primeira edição brasileira do Smart City Expo World Congress (www.smartcityexpo.com/), realizado anualmente em Barcelona, o maior evento global sobre o tema de Cidades Inteligentes, que reúne mais de 18 mil pessoas de 120 países durante 3 dias. O evento já ocorre anualmente em outras cidades ao redor do mundo como Kyoto (Japão), Montreal (Canadá), Puebla (México), Casablanca (Marrocos), Istambul (Turquia), Bogotá (Colômbia) e recentemente em Buenos Aires (Argentina). 

Curitiba foi anunciada oficialmente como sede brasileira, em Barcelona, em novembro, durante o encontro mundial das Cidades Inteligentes, em cerimônia que contou com representantes de 700 cidades de todo o mundo e mais de 400 especialistas. 

O Smart City Expo Curitiba tem a chancela da FIRA Barcelona Internacional - consórcio público formado pela Prefeitura de Barcelona, Governo da Catalunha e Câmara de Comércio de Barcelona, e conta com organização do iCities, apoio estratégico do World Trade Center Business Club e participação da Prefeitura de Curitiba.

Versão para impressão