Itaipu é destaque em documentário sobre bastidores do setor elétrico

Itaipu é destaque em documentário sobre bastidores do setor elétrico

17h17 - 14/11/2017


Trailler do filme está disponível no site do documentário: http://ameacasdoceu.com.br/filme/portfolio/ameacas-do-ceu/

A usina de Itaipu foi cenário do documentário Ameaças do Céu, os bastidores do setor elétrico para enfrentar as mudanças do clima, que apresenta como o setor elétrico se prepara para lidar com os efeitos causados pelas tempestades nas redes de transmissão e distribuição.

A pré-estreia foi no dia 7 de novembro no shopping Cidade Jardim, em São Paulo. Com produção do Grupo Storm, o filme será veiculado no canal por assinatura Globo News até o fim do ano. O trailer pode ser visto em http://ameacasdoceu.com.br/filme/portfolio/ameacas-do-ceu/

Parte das gravações e simulações foi feita na hidrelétrica a fim de mostrar o dia a dia da maior geradora de energia limpa e renovável do planeta e o trabalho dos técnicos para que a energia chegue até o consumidor final.

O documentário foi dirigido por Iara Cardoso, membro da Academia Brasileira de Cinema e responsável pelo roteiro e produção da série País dos Raios, exibida no programa Fantástico da rede Globo. A diretora conta que as gravações envolveram depoimentos de mais de 20 entrevistados, entre agentes do setor, concessionárias de energia, representantes do governo e cientistas.

“Foi um grande desafio conectar todos estes depoimentos em um roteiro coerente e atraente. Também gravamos uma simulação da operação do Sistema Integrado Nacional (SIN) frente aos desafios do clima. A simulação envolveu gravações nos centro de operações do Operador Nacional do Sistema (ONS) no Rio de Janeiro e em Brasília, assim como imagens externas e internas em Itaipu. Esta foi a primeira simulação gravada dos bastidores do setor elétrico”, diz.

O longa-metragem tem duração de 50 minutos e utiliza ainda elementos de entretenimento para contar a história real de acontecimentos que o setor elétrico brasileiro passou a enfrentar com as mudanças climáticas.

Desafios do setor


Documentário mostra bastidores do setor elétrico brasileiro, incluindo a Itaipu.

O Brasil é o país com a maior incidência de tempestades do mundo: 500 mil tempestades por ano, segundo o Grupo de Eletricidade Atmosférica (ELAT) do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). Por volta de 1% dessas tempestades são severas, com grande concentração de raios e chuvas intensas. Estes eventos impactam diretamente na operação do sistema, causando destruição em subestações e quedas de torres de transmissão e linhas de distribuição.

Essa realidade do setor elétrico também é mostrada no documentário, que apresentará ao público um retrato dos prejuízos causados pelas tempestades severas que ultrapassam R$ 100 milhões por ano, e que, em 2030, deve consumir R$ 200 milhões por ano. O filme provoca ainda uma reflexão sobre os possíveis cenários futuros, em função das mudanças climáticas que estão ocorrendo e como o setor elétrico brasileiro está se preparando.

Para o diretor da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), André Pepitone da Nobrega, o documentário conseguiu ilustrar o desafio de manter de pé um sistema tão robusto como o brasileiro.

“Temos uma rede que está sujeita a eventos climáticos cada vez mais severos, como descargas atmosféricas, grande quantidade de chuvas em um único ponto, ventos fortes, isso torna o setor elétrico um desafio. Acho que o filme ilustrou isso”.

Versão para impressão