Foz recebe evento preparatório para Fórum Mundial da Água

Foz recebe evento preparatório para Fórum Mundial da Água

08h15 - 19/01/2018

Depois de Belém (PA), São Paulo (SP), Cidade do México (México), Bogotá (Colômbia) e Santiago (Chile), na próxima terça-feira, 23, será a vez de Foz do Iguaçu sediar uma das edições do “Rumo A Brasília 2018”. A série de eventos é preparatória ao Fórum Mundial da Água – que será realizado em Brasília (DF) – e visa envolver a sociedade nas esferas econômica, política, tecnológica e cultural.

A ação terá como tema central “Compartilhando Água” com apresentações e palestras de diferentes atores do cenário da Água no Brasil em quatro temáticas: Fórum, Juventude e Água; Segurança Hídrica; Gestão Participativa; e Desenvolvimento Sustentável.

Entre as autoridades previstas estão Irani Braga Ramos, assessor especial do Ministério da Integração; Lupércio Ziroldo, da Rede Brasil de Organismos de Bacias Hidrográficas (REBOB); Marina Grossi, presidente do Conselho Empresarial Brasileiro para Desenvolvimento Sustentável (CEBDS) e Ricardo Andrade, presidente da Agência Nacional de Águas (ANA).

Caberá ao superintendente de Gestão Ambiental da Itaipu, Ariel Scheffer da Silva, moderar o painel sobre Segurança Hídrica, Gestão Participativa e Desenvolvimento Regional Sustentável. De acordo com Monica Queiroz, responsável pela curadoria do Rumo a Brasília, o evento é uma excelente oportunidade para ouvir a sociedade e diversos setores sobre a situação dos recursos hídricos:

“Por ser o primeiro Fórum Mundial da Água no Hemisfério Sul, ela tem uma importância muito grande para todo o hemisfério. Então a ideia da Seção Brasil é fazer uma escuta prévia de todos os grupos e comunidades possíveis dentro da América Latina para que pudéssemos chegar no Fórum com alguma escuta mais apurada de povos e regiões que talvez não pudessem vir e se expressar totalmente no Fórum. Sempre com esse viés de tentar abrir espaço para que as proposições sejam colocadas e possam ser levadas para o Fórum”.

Monica também explicou os motivos pela escolha por Foz do Iguaçu como uma das cidades-sede do evento:

“A escolha de Foz do Iguaçu passa quase como uma obrigatoriedade do Fórum, em ter essa escuta de uma região que tem as Cataratas do Iguaçu como um patrimônio mundial e o Aquífero Guarani como uma referência de suma importância para a questão hídrica do Brasil. Então é uma região que nunca deveríamos deixar de escutar.” 

A última edição do Rumo a Brasília será realizada em Salvador (BA). Faça a sua inscrição aqui. 

Confira a programação completa: 

10h – Painel 1: “8º Fórum Mundial da Água: Cenário Atual e Oportunidades de Participação nos Pilares Temáticos, Político, Sustentabilidade e Cidadão

Irani Braga Ramos – Ministério de Integração Nacional

Glauco Kimura – Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do Distrito Federal (ADASA)

Lupércio Ziroldo – Rede Brasileira de Organismos de Bacia (REBOB)

Marina Grossi Marina Grossi – Presidente do Conselho Empresarial Brasileiro para Desenvolvimento Sustentável (CEBDS)

Ricardo Andrade – Presidente da Agência Nacional de Águas (ANA)

14h – Painel 2: – “O olhar do Jovem para o Forum Mundial da Agua 2018: Perspectivas Frente as Questões da Água no Brasil, América Latina e Mundo”

João Paulo Angeli – PNJA (Parlamento Nacional da Juventude pela Água/Brasil)

Moderador – Juventude e a governança da água na América Latina

Joyce Mendes – Observatório dos ODS Oeste do Paraná – Juventude, água e mudanças climáticas

Rodrigo Arias Ramirez (Asunción/PY) – Coordenador do Fórum Nacional (Paraguaio) Água e Juventude – “A mobilização da Juventude pela água no Paraguai”

Karini Scarpari – CJBP3: Coletivo Jovem da Bacia do Paraná 3 – Políticas Públicas de Água e Juventude e experiência do CJBP3

16h – Painel 3: – “Segurança Hídrica, Gestão Participativa e Desenvolvimento Regional Sustentável: O Desafio da Sustentabilidade da Agua 

Moderador: Ariel Scheffer da Silva – Itaipu

Simone Frederigi Benassi/Sérgio Paulo de Oliveira – Itaipu – Cenário regional da questão hídrica e atuação de Itaipu no território

Daniel Alejandro Vázquez Bado – CIH: Centro Internacional de Hidroinformática- Itaipu Paraguai – CIH e tecnologia da informação para Gestão dos Recursos Hídricos 

Guilherme Karan – Coordenador de Estratégias de Conservação – Fundação Grupo Boticário – Programa Oásis

Depoimento: Cleci Loffi – Prefeita de Mercedes e Presidente do Conselho dos Municípios Lindeiros ao Lago de Itaipu

17h30 – Encerramento

Fonte: Click Foz

Versão para impressão