Festival do Pacu será no dia 9 de abril. JIE vai sortear um par de ingressos

Festival do Pacu será no dia 9 de abril. JIE vai sortear um par de ingressos

14h58 - 16/03/2017

Edição de 2016 do Festival do Pacu: neste ano, ideia é servir 600 refeições, incluindo prato principal e acompanhamentos.

Um leitor sortudo do JIE poderá aproveitar de graça as delícias do 3º Festival Gastronômico do Pacu do Lago Itaipu, marcado para o dia 8 de abril (domingo), na Paróquia São José Operário (Avenida Tancredo Neves, 2.211), das 12h às 14h.

O festival, organizado pelo Grupo de Escoteiro Cataratas, com apoio de Itaipu, encaminhou um par de convites para ser sorteado entre os leitores.

Ficou interessado? Então mande um e-mail para a Divisão de Imprensa (imprensa@itaipu.gov.br) com a seguinte inscrição no campo assunto: “Festival do Pacu do Lago Itaipu”.

Poderão participar empregados, estagiários e jovens do PIIT. Será sorteado apenas um nome, que poderá levar um acompanhante ao festival. O sorteio será realizado no dia 4 de abril e o nome do vencedor será divulgado pelo JIE.

Ingressos

Se você não for sorteado, poderá adquirir os ingressos a R$ 35 por pessoa (as bebidas são pagas à parte). A venda ocorre na loja Embalagens Paraná (Rua Fagundes Varela, 434) ou com os integrantes do Grupo Escoteiro Cataratas.

Na Itaipu, é só falar com os colegas André Watanabe ou Celso Carlos Buglione, ambos da Divisão de Reservatório (MARR.CD), pelos ramais 6838 ou 6559.

Mais informações pelos telefones (45) 9 9985-1529 ou 9 9988-4626.

Sobre o festival

No dia da festa, serão preparadas cerca de 600 refeições, todas tendo o pacu como prato principal. Os acompanhamentos são arroz, batata cozida, salada verde, além de peixe assado, pirão e bolinho de peixe.

O 3° Festival Gastronômico do Pacu do Lago de Itaipu foi criado para incentivar o consumo e ajudar a abrir mercado para o peixe nativo produzido no Lago Itaipu. Essa atividade tem apoio do programa Produção de Peixes em Nossas Águas, desenvolvido pela própria binacional.

O programa busca promover, por meio da piscicultura, o desenvolvimento socioeconômico das comunidades de pecadores e piscicultores que atuam no reservatório.

Versão para impressão