Estudantes ganham dia de visita à Itaipu por ajudar no combate à dengue

Estudantes ganham dia de visita à Itaipu por ajudar no combate à dengue

11h13 - 08/12/2017


Alunos da Escola Municipal João da Costa Viana, de Foz do Iguaçu, vencedores da campanha "Foz Contra o Mosquito", fazem visita à Itaipu.

Olhares curiosos observavam do Mirante Central de Itaipu a enorme barragem de Itaipu, na última segunda-feira (4). A visão majestosa da usina encantou os 870 alunos da Escola Municipal João da Costa Viana, do bairro Três Lagoas, Foz do Iguaçu, que fizeram o passeio pela binacional como resultado do prêmio recebido na Campanha “Foz Contra o Mosquito”. A escola foi reconhecida por incentivar os alunos a fiscalizar e eliminar, em suas residências, os possíveis focos de criação do Aedes aegypti, mosquito transmissor de doenças como dengue, febre amarela, zika vírus e chikungunya. Cada estudante recebeu um formulário de orientação sobre o tema e fez a lição de casa, ajudando a combater a proliferação do vetor.

A ação, uma parceria conjunta entre Itaipu Binacional, Prefeitura de Foz do Iguaçu e Rede Massa, foi lançada no inicio deste ano com o objetivo de levar o alerta realizado nas escolas para casa dos alunos sobre o Aedes.


De acordo com a coordenadora Leila Schweig Domingos, o empenho dos docentes junto às crianças e aos pais é fundamental para a conscientização.

Para a coordenadora pedagógica, Leila Schweig Domingos, a ligação entre instituição de ensino e a residência dos alunos é fundamental para ampliar o alerta sobre a doença. "Quando a campanha acontece por meio da escola, ela acaba atingindo uma quantidade maior de pessoas".

A escola foi vencedora da campanha pelo segundo ano consecutivo, resultado do trabalho de conscientização dos professores juntamente com os alunos e suas famílias. O passeio à Itaipu foi também uma forma de incentivo para os moradores conhecerem os pontos turísticos da cidade.

"É sempre um boa oportunidade trazer as crianças para um espaço que eles não visitam habitualmente com a família, por mais que Itaipu seja um atrativo gratuito", disse.


A visita, no período da manhã e da tarde, levou à Itaipu 870 alunos, no total. Carolina Vitória (à esq.) e Polyana Silva (à dir.) adoraram o passeio.

Para muita gente, cuidar do quintal de casa não é uma tarefa fácil: exige tempo e dedicação. O que, de acordo com Polyana Silva, de 11 anos, é uma atribuição essencial para não deixar o mosquito se proliferar. "Eu e minha família sempre cuidamos para não deixar água parada", ressaltou a estudante do 5º ano do ensino fundamental.

A colega de sala de Polyana, Carolina Vitória, de 10 anos, disse adotar o mesmo tipo de cuidado e ficar atenta aos possíveis focos para o mosquito. "Eu sempre olho o quintal para não deixar água parada”, afirmou Carolina, que também aprovou o passeio à Itaipu.

Números do combate ao mosquito

De janeiro até novembro deste ano foram notificados 1.701 casos de dengue em Foz do Iguaçu. Destes, 59 foram confirmados como positivo. O quadro é bem diferente se comparado ao ano de 2016, quando 12.410 casos foram notificados, com 1.673 confirmações da doença.

Versão para impressão