Estágio na Itaipu começa para 79 estudantes, nesta segunda-feira (20)

Estágio na Itaipu começa para 79 estudantes, nesta segunda-feira (20)

12h08 - 20/03/2017

Um grupo de 79 estudantes de níveis técnico e superior, de Foz do Iguaçu e região, começa nesta segunda-feira (20) uma nova etapa no processo de formação profissional. Eles foram selecionados para participar do programa de estágio de Itaipu Binacional e distribuídos para atuar em todas as diretorias da empresa.

Semana de integração para o novo estagiário, na última sexta-feira (17), no Centro de Treinamento: visão geral sobre a empresa.

A maioria dos novos estagiários é formada por alunos de Engenharia (Elétrica, Civil e Mecânica), mas há também estudantes de Geografia, Ciências Biológicas, Jornalismo, Administração, Eletrotécnico e Eletromecânica (técnicos), entre outros.

Na quinta (16) e sexta-feira (17), o grupo passou pelo processo de contratação e participou de atividades de integração, sob coordenação da Divisão de Seleção e Acompanhamento de Recursos Humanos (RHDA.AD).

A organizadora, Izaura Weng, da RHDA.AD, disse que o objetivo do trabalho foi dar uma visão geral sobre a empresa aos recém-contratados e esclarecer dúvidas em relação normas, frequência, cartão ponto, folha de pagamento, transporte, questões de segurança etc.

Izaura Weng foi a responsável pela organização das atividades de integração, como palestras sobre diferentes assuntos relacionados à empresa.

O gerente do Departamento de Operação de Segurança, Alexandre Cardoso, foi um dos palestrantes da semana.

Além das palestras, os estudantes fizeram uma visita técnica à usina, para conhecer melhor como funciona o processo de produção de energia.

Izaura lembrou que, no total, o programa de estágio de Itaipu tem 228 vagas e é aberto a estudantes a partir do terceiro período de cursos superiores e primeiro período de cursos técnicos. Os selecionados recebem bolsa e auxílio-transporte, com prazo de um ano, renovável por igual período.

Ellen Carolina Cáceres, aluna de Engenharia Civil da UDC: " É uma oportunidade única na vida".

“Assim que eu completei o terceiro ano na faculdade, tentei essa vaga de estágio na Itaipu porque aqui é simplesmente a maior produtora de energia elétrica do planeta. É uma oportunidade única na vida. Espero aprender muito e realmente criar gosto pelo meu curso e pela minha profissão”, disse Ellen Carolina Cáceres, aluna de Engenharia Civil da UDC. Ela vai atuar na Coordenação, na Divisão de Infraestrutura e Manutenção.

Pedro Thiago de Souza Guimarães, que faz Administração na Unioeste, concluiu um estágio no Hospital Ministro Costa Cavalcanti (HMCC) e agora começa outro na Itaipu, na área de Recursos Humanos. “Eu queria continuar a atuar numa empresa grande, como é o hospital, e Itaipu é a maior empresa da cidade”, disse.

Pedro Thiago de Souza Guimarães, aluno de Administração na Unioeste: emendou estágio no HMCC com o da Itaipu.

A expectativa de Thiago vai além do estágio: ele pretende, no futuro, prestar processo seletivo e ser contratado pela empresa. “Eu estou estudando para isso”, adiantou.

Natural da distante de Rolim de Moura, em Rondônia, Denise Gonzalez Pereira chegou à região Oeste do Paraná há três anos, para cursar Geografia na Unila. Ela vai fazer estágio na Coordenação, em uma área que tem interesse especial: geoprocessamento e sensoriamento remoto.

Denise Gonzalez Pereira, aluna de Geografia da Unila: interesse especial por geoprocessamento e sensoriamento remoto.

“Já venho trabalhando com alguns projetos nesta área, na universidade, e não tive dúvidas quando surgiu a vaga para o estágio na Itaipu”, disse. “Quero ver como esses projetos são desenvolvidos fora da universidade, no mercado de trabalho, e como é o trabalho em equipe.”

Para a estudante paulista Bianca Gabriel dos Santos Dezen, que cursa Engenharia Civil de Infraestrutura na Unila, o estágio é obrigatório. Mas a escolha por Itaipu vai além da formalidade. “Basicamente, eu queria ter experiência em uma usina de grande porte”, resumiu. Ela vai atuar na Diretoria Técnica, na área de Manutenção. “Espero aprender muito. É uma área diferente, com várias ordens de demanda, e acho que terei um crescimento profissional muito importante.”

Bianca Gabriel dos Santos Dezen, aluna de Engenharia Civil de Infraestrutura da Unila: crescimento profissional.

Versão para impressão