Comitê de Gênero começa reformulação do plano de ação do programa

Comitê de Gênero começa reformulação do plano de ação do programa

15h20 - 11/07/2018


Representantes do Comitê de Gênero e convidados e convidadas se reuniram para revisar o plano de ação e políticas de equidade.

O Comitê de Gênero da margem esquerda de Itaipu iniciou a reformulação do plano de ação do Programa de Incentivo à Equidade de Gênero e a revisão das diretrizes da política sobre o tema, aprovada em 2016. O trabalho teve apoio da assessora da ONU Mulheres Adriana Carvalho, que participou da reunião do comitê na última quinta-feira (5), na Responsabilidade Social, em Foz do Iguaçu. O encontro também teve a presença de convidados e convidadas, homens e mulheres. 

A revisão está alinhada ao resultado da pesquisa feita com os empregados e empregadas da Itaipu realizada no segundo semestre de 2017. A ideia é atender às sugestões dos participantes da pesquisa, além de estreitar as relações dos colaboradores da empresa com o comitê, que está de sempre de “portas abertas” para receber sugestões (para entrar em contato com o comitê, envie um e-mail para equidade@itaipu.gov.br). 

Após o encontro de quinta-feira (5), o comitê trabalha agora com a definição das atividades que serão desenvolvidas. Depois de concluídas e validadas pelo grupo, as revisões serão submetidas ao diretor-geral brasileiro de Itaipu, Marcos Stamm, conforme previsto na Política de Gênero. O documento está amparado nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e, em especial, no ODS de número 5 ("Alcançar a igualdade de gênero e empoderar todas as mulheres e meninas"). 

A política continuará tratando das iniciativas pró-equidade desenvolvidas internamente, com os colaboradores da empresa, e externamente, com os diversos públicos com os quais a Itaipu se relaciona. 

Segundo a coordenadora do Programa de Incentivo à Equidade de Gênero, Lilian Paparella, a proposta é cruzar de todos os compromissos assumidos por Itaipu com resultado da pesquisa legitimado pelas demandas e anseios dos empregados e das empregadas para um novo plano de ação com indicadores, monitoramento e avaliação para mensuração de impacto.

Avanços

Desde 2017, algumas iniciativas vêm sendo adotadas para contemplar o resultado da pesquisa. Entre elas estão o workshop com homens sobre o impacto da equidade de gênero em suas vidas; as reflexões conduzidas pela ONU Mulheres sobre os viéses inconscientes, que levam à atitudes discriminatórias; as oficinas “Mulheres Extraordinárias” - com jovens aprendizes da Itaipu e da região da Bacia do Paraná 3; e a aproximação do Programa de Gênero à alta liderança, por meio de encontros com o diretor-geral brasileiro. Outras ações, como o apoio à campanha contra o assédio no Carnaval, também foram adotadas.

O JIE Publicou

Comitê de Gênero reformula planejamento a partir de pesquisa

Oficinas "põem o dedo na ferida" e debatem a realidade do preconceito

Comitê de Equidade de Gênero debate estratégias com o diretor-geral brasileiro

Alinhada a indicativos da ONU, Itaipu aprova nova política de equidade de gênero

Versão para impressão


Erro | JIE - Jornal de Itaipu Eletrônico

Erro

Ocorreu um erro inesperado no site. Por favor tente novamente mais tarde.