A casa é sua: festa de Curitiba é nesta terça-feira (28). Esclareça suas dúvidas.

A casa é sua: festa de Curitiba é nesta terça-feira (28). Esclareça suas dúvidas.

14h16 - 27/11/2017


Arnaldo Antunes vai comandar o palco em Curitiba, nesta terça-feira (28).

O show do ex-Titãs Arnaldo Antunes e a alegria dos colegas de Curitiba vão animar a confraternização dos crachás-vermelhos nesta terça-feira (28), no Auditório Poty Lazarotto, no Museu Oscar Niemeyer (Rua Marechal Hermes, 999 - Centro Cívico), na capital paranaense. A festa começa às 19h30, com um coquetel, e o show está previsto para as 21h. Para que você curta bem o evento, a equipe organizadora elencou algumas dicas. Confira abaixo.

Estacionamento
Não há vagas gratuitas para estacionar. O estacionamento do MON é terceirizado e o valor é de R$ 8 a hora. Por este motivo, a organização recomenda que use serviços de táxi ou a boa carona solidária com os amigos.  

Que horas preciso chegar?
Quanto antes, melhor. A confraternização inicia às 19h30. Um coquetel com as opções salgadas e doces será servido até o início do show, às 21h. Depois deste horário, o serviço de alimentação é interrompido. É hora de curtir o show. Também a exemplo da festa de Foz do Iguaçu, a apresentação musical será em um espaço anexo ao local onde terá ocorrido o coquetel.

Passaporte é obrigatório: crachá não vale como ingresso
Duas coisas você não pode esquecer em casa: o espírito festivo e o passaporte de acesso (para a sua entrada e de seu acompanhante). Sem ele, a equipe da recepção não está autorizada a permitir a entrada de ninguém, lembrando que o crachá-vermelho não vale como ingresso. Inclusive você pode deixar esta identificação em casa. A festa é informal.

Como será o acesso às áreas do evento?
Ao chegar à festa, você trocará o seus ingressos que constam no passaporte por uma pulseira. É ela que dará acesso a todas as áreas do evento que será na área externa do Auditório Poty Lazarotto e dentro dele, no momento do show.

O que devo vestir?
As camisetas com o tema da festa (“2,5 bilhões de MWh, essa energia é toda nossa”) são recomendadas, mas o item não é obrigatório. Quem quiser pode customizá-las à vontade: em Foz, teve gente que até colocou luz de led para enfeitar a peça! Um lembrete importante: com ou sem customização, vestida pelo empregado(a) ou pelo(a) convidado(a), a camiseta não vale como ingresso (leve o seu passaporte).

#itaipu2bilhoesemeio: use as hashtags em suas fotos
Para quem for compartilhar as fotos nas redes sociais, como Instagram, Twitter e Facebook, há duas hashtags oficiais do evento: #itaipu2bilhoesemeio e #essaenergiaenossa . Use-as e ajude seus amigos e amigas a encontrarem as imagens da festa nas redes sociais.  Por que não usamos 2,5 bilhões (em numeral)? As hashtags foram escolhidas por não conterem caracteres estranhos ou pontuações, que “cortam” o texto corrido. Se for postar, use a grafia #itaipu2bilhoesemeio e #essaenergiaenossa.

Crianças
O recado é o mesmo dado aos colegas de Foz: em Curitiba, os espaços para a festa também não são apropriados ao público infantil e não dispõem de área kids.

Consumo Consciente
Vale reforçar: se beber, não dirija. Neste caso, opte pela carona solidária, serviços de táxi ou outro tipo de transporte no qual você não será o motorista.

Realidade virtual e totem para fotos
Os óculos de realidade virtual, que permitem um tour pela usina de Itaipu, estarão disponíveis para quem participar da festa. É uma oportunidade para pessoas que têm pouco contato com a usina para conhecer a estrutura por dentro. No mesmo ambiente, os colaboradores e seus convidados poderão tirar fotos instantâneas no totem montado no local. Registre este momento festivo com seus amigos e suas amigas.

Versão para impressão