Canoagem garante 14 medalhas na Costa Rica

Canoagem garante 14 medalhas na Costa Rica

08h44 - 23/10/2017

O Brasil está voltando da Costa Rica com a bagagem cheia de medalhas conquistadas no Campeonato Pan-americano e Sul-americano de canoagem Slalom realizado em Turrialba na Costa Rica. O evento contou atletas de 15 Países, haviam 19 Brasileiros na disputa sendo que seis canoístas são do Instituto Meninos do Lago de Foz do Iguaçu que garantiram 14 das 21 medalhas conquistadas pelo País. O Paraguai também tem o que comemorar, Ana Paula Fernandes Castro garantiu dois pódios, ela é atleta revelação do projeto social desenvolvido na Itaipu Binacional.

O atleta olímpico iguaçuense Felipe Borges e revelação do Projeto Social Meninos do Lago garantiu a medalha de ouro no C1 (canoa individual) Masculino fazendo o tempo de 91.14 segundos, em uma descida limpa sem tocar em nenhum obstáculo ele conseguiu bater o argentino Sebastian Rossi que era o atual campeão pan-americano que ficou com a prata, “esporte é isso ganhamos e perdemos, e estou muito feliz com essa conquista”, fala. Já o americano Zachary Lokken pegou o bronze. Em outra disputa pelo C1 Masculino por Equipes, Borges levou o bronze junto com o atleta Thiago Serra de Piracicaba/SP e Leonardo Curcel que também é atleta revelação do projeto social desenvolvido pela Itaipu Binacional e a Fepacan em Foz do Iguaçu. 

A recordista de pódios e medalha de ouro do evento foi Omira Estácia que levou quatro douradas conquistadas no caiaque individual (K1) Feminino Júnior e K1 Extremo pelo Pan-americano e outras duas no K1 Feminino Júnior e C1 Feminino Júnior no Sul-americano. Marina Souza também garantiu quatro pratas pelo K1 Feminino e K1 Extremo além do K1 Feminino e C1 Feminino no Sul-americano. Ambas as atletas se mudaram para a Terra das Cataratas em 2012 e são federadas ao Instituto Meninos do Lago.

Além delas, Guilherme Rodrigues que também é do IMEL levou uma medalha dourada no K1 Masculino Júnior, apesar de ter duas penalidades na sua descida ele conseguiu ainda ser mais rápido que o chileno Fernando Estay, o tempo total de Rodrigues foi de 92.01 segundos, já Estay 98.13s. O bronze ficou com o argentino Francisco Pandolfi (113.68s). Rodrigues repete o feito conquistado na edição do ano passado onde também subiu ao lugar mais alto do pódio. 

“Foi uma boa prova, acho que mais difícil foi a briga com os atletas Brasileiros, essa competição foi muito boa para eu conseguir uma maior pontuação no ranking mundial para a aquisição da Bolsa Atleta 2018”, comenta. Além da medalha dourada ele trouxe para casa um bronze na disputa pelo K1 Masculino por Equipes junto com os atletas paulistas Daniel Negrão, Guilherme Santo. O irmão de Guilherme, Fábio Rodrigues que também é do Instituto Meninos do Lago garantiu o ouro no K1 Masculino por Equipes junto com Renan Soares de Tibagi/PR e Guilherme Mapelli de Três Coroas/RS.

Paraguai garante duas medalhas com atleta revelação do Meninos do Lago 

Ana Paula Fernandes Castro garantiu uma medalha de ouro pelo Campeonato Sul-americano e uma prata no Pan-americano disputando o C1 Feminino, a canoísta iniciou no esporte através do Instituto Meninos do Lago, a atleta com dupla cidadania disputa há três anos pelo Paraguai e conquistou esses resultados inéditos ao País vizinho, ela foi a única representante paraguaia no evento.

Fonte: Portal da Cidade

Versão para impressão