Campanha de doação de sangue desperta a solidariedade dos colaboradores

Campanha de doação de sangue desperta a solidariedade dos colaboradores

15h08 - 05/12/2017


Eduardo Sedrez  (SMMG.DT) e Marco Antonio (RHGM.AD) aproveitaram a terça-feira (5) para participar da ação.

A Divisão de Medicina do Trabalho (RHSM.AD) realizou, na manhã desta terça-feira (5), a segunda edição da Campanha Interna de Doação de Sangue de 2017 (a primeira ocorreu em junho, no Dia Mundial do Doador de Sangue). Desta vez, a iniciativa fez parte da programação da Semana do Bem-Estar, do Programa Reviver, que segue com diversas atividades até sexta-feira (8). Um total de 25 colegas aproveitou o momento para a atitude altruísta da doação de sangue, com objetivo de ajudar o próximo.

As coletas foram realizadas por uma equipe do Hemonúcleo de Foz do Iguaçu, que armazena as doações e, posteriormente, as destina a quem necessita. Segundo Denise Peres, da RHSM.AD, a campanha é um ato de solidariedade, no qual quem doa pensa no outro sem saber quem é ele. “As doações são uma marca registrada da Itaipu e representam um reforço para o estoque do banco de sangue”, disse. “A ideia é que realizemos as captações sempre que possível, não apenas em datas específicas”, completou.


A ideia, segundo Denise Peres, da RHSM.AD, é de que a campanha seja realizada mais de uma vez ao ano.

Segundo Denise, a ideia é que todos os doadores em potencial aproveitem a oportunidade. “É um grande esforço da equipe do Hemonúcleo se deslocar até Itaipu, então é bom haver uma ampla participação”. A campanha é aberta para pessoa com mais de 18 anos (empregados, estagiários e terceirizados).


A médica Sheila Ribeiro salientou a importância das doações por colegas de Itaipu.

O reforço com as doações dos colegas é essencial para os meses de dezembro e janeiro, de acordo com a médica do Hemonúcleo, Sheila Ribeiro. “Em função das festas de fim de ano, o estoque de sangue diminui, mas a necessidade permanece”, disse.

A quantidade de empregados da Itaipu que doam frequentemente é grande e as ações internas servem para aumentar esse número. Um exemplo é o colega da Divisão de Remuneração e Movimentação de RH, Marco Antonio Salgar (RHGM.AD), que aproveitou a oportunidade para tornar-se um doador. “A ideia da campanha é excelente. Ao ceder o empregado para fazer a sua parte, a empresa fornece uma grande chance para nós beneficiarmos o próximo”, avaliou.


Essa foi a primeira vez que Eduardo (SMMG.DT) participou da campanha. Ele já é doador há quatro anos.

Doador há quatro anos, Eduardo Sedrez da Silva, da Divisão de Manutenção de Equipamentos de Geração (SMMG.DT), participou pela primeira vez da campanha em Itaipu. Para ele, quem tem qualidade de vida e condições de ajudar não pode deixar escapar esta oportunidade. “O sangue é um bem essencial da vida e sempre há alguém precisando”, disse.


Os colegas que não participaram podem se dirigir direto ao Hemonúcleo de Foz. Em Curitiba, a campanha acontece na terça-feira (12).

Enquanto a campanha acontece em Itaipu, o Hemonúcleo de Foz não para. Por isso, aqueles que não conseguiram realizar as doações na empresa podem se dirigir ao banco de sangue, localizado na Avenida Gramado, 364, Vila A. Para doar, é preciso ter entre 18 e 65 anos de idade; pesar acima de 50 quilos; ser saudável; estar bem alimentado; ter dormido no mínimo seis horas; e estar com documento oficial com foto.

Ainda na Semana do Bem-Estar, os colegas de Curitiba também poderão fazer a sua parte e ajudar na doação de sangue. As coletas estarão sendo realizadas no Centro de Hematologia e Hemoterapia do Paraná (Hemepar), na terça-feira (12). O horário será das 8h30 às 12h. Os empregados terão transporte à disposição. É preciso reservar a sua vaga no ramal 4471.

Versão para impressão