Itaipu dá início à pré-certificação SOX

Itaipu dá início à pré-certificação SOX

08h26 - 06/09/2007

 

A Itaipu já está passando pelo processo de pré-certificação de acordo com a Lei Sarbanes-Oxley (SOX), as normas de transparência mais rigorosas do mundo corporativo. A empresa realizou reuniões desde o mês de agosto com a consultoria BDO Trevisan, definindo o plano de trabalho e o cronograma das auditorias.
     

Na próxima semana, começa o treinamento dos funcionários para lidar com os auditores que, na segunda quinzena de setembro passam a verificar como estão os procedimentos da empresa. A primeira área a passar pela auditoria, que vai se estender até outubro, será a de Recursos Humanos. Em novembro, será apresentado um relatório de pré-certificação.
     

Segundo a diretora executiva financeira, Margaret Mussoi Groff, na prática, o processo é idêntico à certificação. Isso quer dizer que, internamente, a auditoria terá o mesmo rigor que será exigido para a emissão do certificado de conformidade com a SOX, que foi criada pelo governo norte-americano após o escândalo da Enron para prevenir fraudes financeiras.
     

A razão para ainda não contar como auditoria definitiva é que Eletrobrás tem até o final de 2008 para certificar toda a holding e cumprir as exigências da Bolsa de Valores de Nova Iorque. Como a Itaipu está mais adiantada no processo, ainda terá tempo para fazer eventuais correções, caso necessário, até o ano que vem. "O plano da Eletrobrás é que as empresas se certifiquem juntas", explicou Margaret.
     

O processo de pré-certificação é binacional e será realizado em três etapas: entendimento do processo, documentação e avaliação dos controles internos, e testes dos controles e certificação. Será feito o mapeamento completo das chamadas contas significativas (receita, gestão financeira, recursos humanos, gestão do contencioso, imbobilizado, gestão contábil, gestão ambiental, gestão atuarial, royalties e ressarcimentos, processo de tecnologia e controles de TIGC, e Entity Level – controles internos no nível da entidade).

Versão para impressão